segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

A PAISAGEM DO GRABEN DE PEDRO MIGUEL

As lombas paralelas, semelhantes a serras no Continente, geradas pelas falhas do graben de Pedro Miguel, marcam fortemente a paisagem da metade oriental do Faial, quer quando se observa junto à costa, mais para o interior, do mar ou mesmo do centro da ilha. Por isso esta zona do Faial, geomorfologicamente é conhecida como a Região das Lombas.
Zona costeira oriental da ilha, observada da Lomba da Espalamaca, vendo-se em baixo a freguesia da Praia do Almoxarife, seguida da Lomba dos Frades ao centro, a partir da qual se vê parte de Pedro Miguel e vendo-se ao fundo as Lombas Grande e da Ribeirinha.
A área abatida na parte central da zona oriental da ilha, bem marcada pela Lomba da Espalamaca em primeiro plano e a Lomba grande ao fundo.
As Lombas da Ribeira do Rato, Grande e da Ribeirinha, vistas do canal Faial - Pico, para os mais atentos é possível observar mais duas falhas de menores dimensões, uma entre cada uma das lombas maiores.
As lombas observadas do centro da ilha, a partir da região da Caldeira. No extremo direito da foto a lomba dos Flamengos, seguindo-se a da Espalmaca/Facho, Frades e no limite esquerdo a da Ribeira do Rato. As elevações no Faial ao fundo e à direita correspondem aos vulcões monogenéticos da zona da Horta... a fundo da foto a ilha do Pico, com o topo do seu grande vulcão poligenético coberto de nuvens.

Infelizmente, a beleza destas lombas esconde um lado muito mais negro que em breve também aqui apresentarei.

4 comentários:

Lc disse...

Fico aguardando, para saber qual o lado negro, estou curioso.

geocrusoe disse...

ao lc
confesso que não é nada agradável, mas provavelmente em breve sairá

Paulo Pereira disse...

Estes posts e fotos estão ao nível do que de melhor se faz em divulgação científica. E não só nos Açores.

geocrusoe disse...

ao paulo pereira
Obrigado, a divulgação científica ou do conhecimento científico sobre os Açores é um dos objectivos porque mantenho este blog, reconheço algumas dificuldades técnicas para transmitir a mensagem, mas faço dentro das minhas possibilidades