quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

O FAIAL CORTADO À FACA II - Falha da Espalamaca

Apesar do Faial ser, no território português e no conjunto das ilhas dos Açores, um dos locais onde a paisagem é mais intensamente moldada por falhas geológicas e estas cortarem a ilha por vezes de costa a costa, devido a várias particularidades, estes acidentes tectónicos raramente se observam bem nas arribas costeiras.
Todavia, quem atravessa o Canal do Faial, que une esta ilha à do Pico, logo à saída da Horta é presenteado com um dos casos mais evidentes de falha geológica a cortar as camadas de basalto.

Falha da Lomba da Espalamaca junto ao mar (para localização geográfica ver post: O Faial Cortado à Faca )




Se teve dificuldade em visualizar esta estrutura tectónica na imagem, uma potencial fonte de sismos, clique na foto acima para a ampliar, a cicatriz da mesma encontra-se desenhada a vermelho.

A Lomba da Espalamaca e a falha representada na foto anterior vista da lancha que une ao Faial ao Pico já perto desta segunda ilha, à esquerda a cidade da Horta.

Na foto anterior é visível a dimensão da Lomba da Espalamaca, formada a partir de duas filhas importantes, curiosamente a responsável limite norte desta tem uma grande expressão paisagistica em terra mas não é observável na arriba costeira.
A falha Espalamaca, de comportamento normal e inclinada para norte (ver post: tipo de falhas), torna as rochas a sul mais elevadas e faz parte de uma estrutura geológica muito importante da ilha que irá sendo apresentada ao longo do próximo ano aos poucos.

3 comentários:

Profundezas... disse...

Tanto Blog interessante na internet e nós sem tempo de os decobrir a todos! Hoje descobri mais um! Vulcões, ora aí está uma das minhas paixões!
um abraço blogosférico,
SR.

Paulo Pereira disse...

As fotos são elucidantes. Penso que seguirá o sistema de falhas em graben, será?

geocrusoe disse...

Não surgirão numa série seguida, seria cansativo para os menos familiarizados com a geologia, mas aos poucos a estrutura irá sendo revelada...