terça-feira, 17 de março de 2009

IMAGENS DO NOSSO QUOTIDIANO 1

Fachadas que se debruçam para o mar a ver o Pico, o Peter Café Sport a acolher os homens de todos os cantos do planeta e línguas que se atrevem a cruzar os mares, o museu do scrimshaw a recordar a arte de trabalhar o marfim de cachalote, os quiosques de apoio aos interessados no mergulho e na observação de cetáceos e um pescador... indiferente a tudo isto, ociosamente a aguardar um peixe fresco no anzol. Retrato de uma Horta sempre bela, cosmopolita e pachorrenta na encruzilhada entre o Velho e o Novo Mundo, numa tarde calma de Inverno.

12 comentários:

lr disse...

É aproveitar porque ainda alguém vai proibir de se pescar por prazer ou então... irá cobrar licença!

Grifo disse...

realmente um dia bonito...

O pescador é que já deve apanhar o peixe temperado xD

Mesmo que já me tenham dito que o porto da horta é dos únicos em que dá para ver o fundo...

MJS Freelancer disse...

Fantástica esta imagem!

miguel valente disse...

Pena que a qualidade arquitectónica dos quiosques de apoio deixe muito a desejar. Cada um faz aquilo que lhe apetece, sem qualqeur planeamento ou uniformidade. Quem sabe as coisas mudem após a intervenção de requalificação do porto da Horta.

Pedrita disse...

eu adoro fotos de casas, tanto que já colocou no meu papel de parede algumas. beijos, pedrita

José Quintela Soares disse...

Eu sei que é feio ter inveja...mas como gostaria de estar no lugar daquele pescador...

geocrusoe disse...

ao Ir
Nunca se sabe... por isso à cautela vale a pena aproveitar agora.

ao grifo
efectivamente a baía do porto da horta está pouco poluída, mas claro está que também não é a água mais limpa da ilha... de qualquer forma, como passatempo e com o cenário do pico, pescar não deixa de ser uma boa forma de desanuviar dos problemas da vida.

à mj
sim eu gostei da foto e por isso a utilizei, além de ser muito recente.

ao miguel
a requalificação agora basear-se-á numa intervenção apenas a norte e para tráfego de passageiros... só muito mais tarde virá para esta zona e com actividades turistico-marítimas, até lá deve faltar muito tempo. qualquer forma, são quiosques movíveis, pelo que não comprometem o futuro.

pedrita
depende das fotos e das casas, existem bons exemplares de casas tradicionais e de arquitectura contemporânea, mas também há muita coisa feia.

ao josé quintela
compreendo-o perfeitamente.

Paulo Pereira disse...

A Horta é, de facto, uma cidade voltada para o mar.
Por vezes tenho pena de as árvores ao longo da marginal taparem as casas e a vista para o canal.
Mas também não deixo de ver que estas dão frescura à cidade.

geocrusoe disse...

ao paulo
infelizmente muitas delas têm sido podadas de uma forma demasiado severa, outras tiveram uma melhor sorte, mas ainda há muita paisagem para se ver sobre o canal e o majestoso Pico.

nanda disse...

É linda e acolhedora a "nossa" cidade!
Pena que, não esteja mais limpa, organizada e com o seu património edificado preservado-

Mari@Odili@ disse...

Estou apaixonada pelos Açores!!! conhecia "A rota das hortênsias" agora mais esta maravilha...não resisto, um dia abalo e vou...O pior é o raio da crise que me deixa a carteira vazia...a ver se isto melhora!!!

geocrusoe disse...

à nanda
concordo e ultimamente começaram a surgir algumas urbanizações dissonantes paisagisticamente.

à mari@Odili@
vale a pena vir, isto é mesmo bonito, eu que tenho uma paixão pelas margens do guadiana, como parece também ter, penso que o contraste das duas zonas reforçam a beleza de uma a quem está habituado à outra no dia-a-dia.