segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Freguesias rurais do Faial 10 - CAPELO

O Capelo é a freguesia rural onde ocorreu o evento mais conhecido do Faial: o Vulcão dos Capelinhos, sem dúvida a maior atracção turística e científica desta ilha, mas à sombra da catástrofe de 1957/58 esta povoação colhe hoje importantes benefícios e que é o maior pólo de atracção turística da localidade e desta parcela dos Açores.

Situada na extremidade mais ocidental do Faial, estendendo-se sobretudo numa encosta virada a sul, mas ocupando uma pequena franja exposta a norte separada por um alinhamento de pequenos cones vulcânicos, o Capelo é a maior freguesia do Faial em área (25,93 km2) e uma das menos populosas da ilha (perto de 500 habitantes), consequência da erupção ocorrida em meados do século XX, que conduziu a uma forte emigração dos seus residentes então sinistrados daquela catástrofe.

Devido a situar-se na zona de formação mais recente da ilha, afectada por duas erupções históricas, a primeira em 1672, esta freguesia não possui grandes extensões de terrenos com boa aptidão agrícola a baixa altitude, uma grande parte da sua área é ocupada por solos imaturas, mas onde se desenvolve vastas áreas florestadas, tornando-a numa das zonas mais arborizadas do Faial.

Apesar destas condicionantes, o Capelo possui zonas de grande beleza paisagística que permitem a existência de importantes trilhos pedonais e uma estância com águas termais no Varadouro, onde também se encontra uma zona balnear que permite mergulhar em águas azuis profundas, estender-se numa pequena praia ou optar por uma piscina de água do mar localizada numa depressão na frente costeira de uma escoada lávica histórica.

Por tudo isto, não admira que o Capelo seja a freguesia que concentra o maior número de segundas residências de campo ou de zona balnear dos habitantes da cidade da Horta e que atrai um grande número de famílias estrangeiras para viverem calmamente num sítio belo e longe do bulício das grandes urbes europeias.
O Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos aqui situado é uma das estruturas que qualquer visitante do Faial ou os alunos das turmas de Geologia do ensino secundário em Portugal devem visitar, não só pela sua beleza, mas, sobretudo, pela grande informação que presta a quem ali se desloque.

1 comentário:

Pedrita disse...

lindas fotos. beijos, pedrita