segunda-feira, 28 de julho de 2008

RECORDAÇÕES DE INFÂNCIA

Recentemente, no regresso dos meus banhos de Verão, no meu porto favorito, eis que me deparo com um cortejo na minha rua, realizado pelos agricultores da Ribeirinha e outras freguesias do Faial, onde os mesmos exibiam os seus carros-de-bois guardados e preservados por eles próprios, bem como mostravam o gado de trabalho que presentemente ensinam, por auto-iniciativa, para preservar a memória das tarefas ancestrais da vida do campo nos Açores.

É verdade que vários carros-de-bois apresentavam decorações interessantes e transportavam produtos para um arraial com bodo de leite, mas foram os mais simples que me tocaram cá dentro, aqueles que mostravam o que eram as "carradas" de palha, lenha e cana de milho...

Não sei o número de vezes, quando criança, em que me degladiei para ir no cimo destes carros, agarrado de forma insegura aos cabos que apertavam a carga, sempre em risco de com um balanço maior ser projectado junto com outros que comigo gritavam de emoção e abafavam o "guinchar" do carro-de-bois devido ao aperto dos freios para controlo da viatura.

Não tínhamos condições de segurança, mas hoje sobrevivem as saudades daqueles divertimentos arriscados!... e se bem me lembro, todos nós saímos sempre ilesos e alegres.

8 comentários:

Maria do Carmo Cruz disse...

Carlos, vou passar umas duas semanas de férias blogosféricas. Por vontade própria. Vou para a minha casa de campo e não levo o aparelhito da net portátil. Quero estar no campo, campo, com umas incursões a Coimbra de vez em quando (a minha casa é numa freguesia de Condeixa-a-Nova, a 12 km de Coimbra). Irei à vila todos os dias comprar o jornal e comerei figos debaixo da figueira, peras na pereira, pêssegos no pessegueiro e maçãs ma macieira. Ah, e ameixas também. Vou ler até dizer chega e deitar-me ma minha piscina portátil, de 3 metros de diâmetro. E vou lembrera-me de ti, como de todos os outros, nos pequenos pedaços de vida que fazem um dia. Não respondas. Envia a tua resposta numa nuvem que venha para estes lados e ela me contará o que quiseres dizer-me. Mas também não é por muito tempo.... Abraço, Avó Pirueta

Pedrita disse...

eu nunca andei em um carro de boi, mas achava engraçado ver a estrada tomada por bois e como nós sairíamos dessa. :) beijos, pedrita

JCARLOS disse...

Ola Geocrusoe, pois foi mas este cortejo fazia parte de um Bodo de Leite que foi organizado pelos Lavradores e integrado na "Barba Feita em Festa" que se realizou nesse fim de semana, como é do teu conhecimento e contou com 9 carros de vacas e 11 juntas de vacas nao so da Ribeirinha e Pedro Miguel mas de grande parte da Ilha, Feteira, Facho, Cedros, embora a maioria pudesse ter sido da freguesia assim alguns nao o quiseram, "temos pena".Oxalá continuem com esses ensinamentos pois são cada vez mais raros.

geocrusoe disse...

à avó pirueta
já mandei a resposta e os meus desejos por uma núvem branca e fofinha...

à pedrita
por norma o gado bovino é curioso e paciente, quando se encontra uma manada pelo caminho, o melhor é mesmo reduzir a velocidade e lentamente ir em frente, o pior é quando o sentido da deslocação é o mesmo, levamos muito mais tempo para nos libertar da companhia

ao jcarlos
nova imagem de blogger?
alterei o texto para ribeirinha e outras freguesias do faial, pois assim fica mais correcto... quanto ao resto já conversámos ao vivo e por longo tempo.

Rui Luís Lima disse...

Um dos momentos mais saborosos da vida é quando encontramos no presente as memórias da infância.
cumprimentos cinéfilos
Paula e Rui Lima

geocrusoe disse...

ao rui luís lima

Concordo e foi isso que experimentei e que por esse motivo coloquei neste blog.

tarrasso disse...

Pois com o anunciado fim da PAC e o aumento do petróleo esta tradição bem que poderá tornar-se necessidade num futuro não muito distante ... Nessa altura veremos desfilar os tractores que a UE hoje vai subsidiando ... A não ser que os ambientalistas já tenham liquidado (contra a vontade dos defensores dos animais) por essa altura todo o gado ruminante do planeta sob o pretexto de reduzir as emissões de CO2 ...

Lc disse...

Fantástico, adoro estes desfiles.