quinta-feira, 24 de abril de 2008

KAMUSUNA - Ballet contemporâneo na Horta

A pedido da vereação da cultura da Câmara Municipal da Horta, tenho prazer de divulgar-vos, com o texto da autoria daquela entidade, o seguinte evento:

"Comemorações do Dia Mundial da Dança.
ESPECTÁCULO GRANDIOSO, pela Companhia de Ballet Contemporâneo KAMUSUNA.
Uma linguagem poética e inovadora: no âmbito das comemorações da TERRA, promovidas pela UNESCO.
O reencontro entre o oriente e o ocidente...
Estreia nos Açores.
Espectáculo que integra ex-bailarinos da Gulbenkian, com carreiras internacionais.
A Não PERDER!

TEATRO FAIALENSE, dia 29 de Abril!, às 21.30 horas"

Para mais informações sobre a presente companhia de bailado consulte a página e o vídeo do
KAMUSUNA.

8 comentários:

Pedrita disse...

olha só, que bacana. beijos, pedrita

geocrusoe disse...

eu não sou conhecedor de dança, menos ainda da contemporânea, embora já tenha visto a companhia de Gulbenkian ainda dirigida pela Olga Roriz e tenha gostado. Assim após vários anos, lá vou experimentar outra vez

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá Amigo, a nossa Ilha está, muito bem de programas culturais...
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

geocrusoe disse...

à fernanda & poemas
a nossa ilha precisa de mais público nos eventos culturais e neste é fundamental a presença de faialenses.

nanda disse...

Tenho imensa pena de não assistir. Para o próximo ano lectivo já será tudo diferente, estarei mais próxima.

geocrusoe disse...

à nanda
amanhã dir-lhe-ei se gostei do espectáculo, pois dentro das artes é talvez aquela que menos conheço,pelo desabafo deduzo que para o ano estará numa das escolas desta ilha.

geocrusoe disse...

como prometido aqui vai a minha impressão do espectáculo de dança contemporânea: como referi este é um tipo de arte que não conheço bem, por isso tecnicamente excuso de comentar.
Gostei de várias coreografias, dançadas por homens e mulheres, a música foi muito diversificada desde étnica, barroco e contemporâneo, muitas vezes com arranjos electrónicos e um contratenor que cantava ao vivo entrava em cena com os bailarinos.
Os temas ambiente, amor, homem e a Terra fizeram parte das várias danças apresentadas com uma cenografia multimédia. Uma noite agradável, passada perante um modo de expressão que pouco conheço mas despertou o meu interesse por saber mais.

nanda disse...

Deve ter sido um lindo espectáculo! Fiquei com imensa pena, mas numa terça feira, para mim não dá. Só posso estar aos fins de semana e aproveito sepre o que há. Haverá mais.
Obrigada pelo post e pelas informações
(Sim. vou para a Secundária).