quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

O FAIAL CORTADO À FACA V - Falha da Lomba dos Frades

Na Lomba da Espalamaca, referida no anterior post desta série (ver mapa) ao olhar para norte, vê-se, a partir da base da escarpa em degraus, um vale assimétrico no qual se instalou a freguesia da Praia do Almoxarife. O outro lado da vertente é largo, sobe suave e progressivamente para norte e culmina na crista da Lomba dos Frades, assinalada com um traço vermelho. (clique nas fotos se pretender a sua ampliação)
Freguesia da Praia do Almoxarife, vista do cimo da escarpa e lomba da Espalamaca

Todavia se prosseguirmos viagem, depois de subirmos a suave Lomba dos Frades, deparamo-nos com outro degrau abrupto para o lado norte, o que é resultado de mais uma importante falha geológica, a terceira desta série acidentes geológicos, paralelos e responsáveis pela formação destas lombas com forte inclinação da vertente norte mas mais suaves do lado sul. Na base desta última estrutura existe um outro vale largo, sem qualquer declive lateral específico e onde se instalou a freguesia de Pedro Miguel.
A escarpa da Lomba dos Frades, vista da Estrada Regional em direcção ao mar, onde se observa a grande inclinação deste lado quando comparado com o lado sul. Ao fundo a ilha do Pico e os ilhéus da Madalena.

Pormenor da grande inclinação do lado norte da Lomba dos Frades, observada da Estrada Regional, junto à base da escarpa e já na freguesia de Pedro Miguel.

O lado norte da Lomba dos Frades, vista a partir da Estrada Regional em direcção do interior da ilha (Leste), nalguns locais esta escarpa de falha parece mesmo ter sido cortada à faca .

A partir da falha da Lomba dos Frades uma mudança significativa ocorre, mas isso fica para outros momentos, contudo essa modificação colocou, definitivamente, o nome de Pedro Miguel na geologia do Faial.

4 comentários:

Paulo Pereira disse...

Pois, não dá para fugirmos das falhas. Mal saímos de uma, entramos noutra. Parabéns pela explicação e fotos.

tarrasso disse...

Isto é um tal cortar ... mais parece coisa de psicopata ... Dai ao Faial estar mesmo uma verdadeira manta de retalhos ...

Desambientado disse...

Obrigado pelo esclarecimento acerca do video. Quanto ao livro, tenho, tal como tu o mesmo respeito, mas também sei que há gente prefeccionista....e a perfeição é inimiga do bom. Se escreves assim à pressa, imagina-se como ficaria escrevendo devagar!

Este post, continuação do último e a forma como descreves o Faial, faz-me lembrar a tese de doutoramento do prof. "Farrica" sobre a Terceira, que é citada por imensa gente. Não sei se já leste?
Essa observação reforça a ideia do livro, que nada implica, que se te sentires melhor assim, que tenhas tempo para rever o texto, se bem que acho que está óptimo.

Então amanhã há concerto?
Bom fim de semana.

geocrusoe disse...

Olá Felix
Não li a tese do Prof. Farrica, mas já ouvi falar dela... gosto tanto de ler e em diversidade de temas: literatura, informação, divulgação científica e ensaio; que me falta tempo para cobrir os temas pretendidos.
Sim hoje há concerto... não sei ainda se aqui falarei ou não do tema, depende do mesmo e da eventual recolha de imagens, sempre difícil de fazer com discrição.