quinta-feira, 26 de julho de 2007

TRÊS VULCÕES... TRÊS TIPOS DE ERUPÇÕES III

O Monte Queimado é uma erupção basáltica, monogenética subaérea, isto é, a sua chaminé, embora próxima do mar, não estava em contacto intenso com a água do mar. A este modo de actividade vulcânica designa-se tipo estromboliano. (Nome proveniente de Stromboli um vulcão e ilha a norte da Sicilia na Itália)


Este tipo de erupções gera explosões mais pequenas que as do tipo surtseyano, pois o efeito do vapor de água é menor, por isso o magma é expelido para o ar em pequenas gotas que arrefecem na subida e caem à volta da chamine, formando os cones de escória, cujos grãos, geralmente com diâmetros de vários centímetros, os açorianos chamam de bagacina, de cor preta a avermelhada (ver explicação) e que podem estar mais ou menos colados em função do grau de solidificação destes quando atingiram o solo.

Na foto abaixo está um pormenor da bagacina, uma moeda de 2 euros serve de escala. Nos livros de geologia portugueses mais antigos a bagacina surgia com o nome de "lapilli", é a mesma coisa em italiano, mas o isolamento das ilhas permitiu inicialmente o uso em Portugal da palavra dos geólogos italianos, em detrimento do termo usado pelos habitantes desta ilhas vulcânicas... felizmente, hoje bagacina já é usado em todos os manuais do país.


5 comentários:

Carlos F.C.C. disse...

1º que tudo os meus parabéns por este tema(geovulcanologia), que para mim é extremamente fascinante. Devo confessar que tenho andado na net á já algum tempo á procura deste assunto, dando exemplos das ilhas dos Açores, mas tudo o que apareceram foram frases muito cientificas e coisas muito pouco simples. A descoberta deste seu blog á pouco mais de 4 dias foi para mim uma esperança de que ainda posso compreender os mistérios da nossa terra. Imediatamente o pôs entre os meus Favoritos. Estou ansioso pelo IV, V e VI e todos os outros que vierem por ai fora. Descobrir as nossas ilhas pela sua forma simples de transmitir é um dom que muitos professores não possuem, só é pena que escreva por poucas linhas e até agora, por apenas estes três vulcões. Por favor continue a escrever, a satisfação de poder compreender o que diz é para mim muito gratificante. Já agora, pergunto-me se pensa em escrever algo sobre grabens, caldeiras, erupções plinianas, domos, escoadas lávicas e piroclásticas e todas as outras curiosidades desta natureza?
Se sim, espero ansiosamente.

Continue com o bom trabalho.

Carlos F.C.C. disse...

P.S.: Sendo a minha ilha São Miguel, gostaria, se possivel de mais tarde tirar dúvidas consigo acerca de formas geológicas, e antigos eventos vulcanicos que por aqui ocorreram á umas centenas de anos. Sendo como as outras ilhas um tesouro da geovulcanologia, cada informação acerca do Arcanjo será sempre recebida por todos os micaelenses entusiasticamente (diga-se de passagem, para os amantes de vulcões).
Peço desculpa por lhe questionar, mas a curiosidade e a sede de conhecimento acerca desta minha ilha, fazem-me evoluir como cidadão Açoreano que sou.

Como escrevi á pouco, continue com o bom trabalho.

geocrusoe disse...

Carlos é com grande agrado que registo a sua visita e interesse. Quando criei este blog, embora por acidente, decidi de imediato torná-lo num meio de divulgação da geologia do Faial, por ser onde resido, aquela terra que melhor conheço e de onde tenho mais matéria-prima, e depois de todas as ilhas dos Açores.
Felizmente conheço-as na totalidade, com maior profundidade S. Miguel e S. Jorge. Mas também falarei doutras paixões minhas como a cultura, a minha terra natal(Canadá),o ambiente e a promoção das ilhas.
Na geologia penso falar de tudo o que puder: vulcões, tectónica (grabens, falhas, etc.) erosão e perigos geológicos, rochas, curiosidades, etc... e irei intercalando todos os temas ao longo do tempo que tiver disponível e material fotográfico de apoio para publicar. Haverá momentos onde serão mais de cultura, outros de geologia, mas será ao ritmo que a vida profissional me deixar. Venha sempre... a linguagem tenderá a ser simples, pois não estou a formar geólogos mas sim a divulgar a geologia para as pessoas em geral.
Outros dois blogs de geologia que visito são o Geopedrados(de professores no continente) e o Geodiversidade (de Santa Maria)

geocrusoe disse...

Carlos, se carregares a etiqueta ou label "Geologia", existente por baixo dos posts, surge-te uma selecção de todos os textos que escrevi sobre geologia desde que criei este blog em Março passado e são muitos mais que estes últimos três.Embora ainda praticamente nada sobre S. Miguel... que virá a seu tempo e de acordo com as minhas visitas de trabalho aí.

Anónimo disse...

muito mau