terça-feira, 31 de julho de 2007

AVANÇO DO MAR OU RECUO DA ARRIBA?

O litoral marinho é uma das zonas mais dinâmicas à superfície do planeta. As ondas, as correntes marítimas e as águas de escorrência das chuvas estão permanentemente a moldar a linha de costa, nuns locais depositam areias, noutros o mar escava a terra emersa e nestes movimentos os Açores não são excepção.
É fácil ver o mar invadir a Costa da Caparica no Continente e assobiar para o lado, afinal os Açores quase não tem litorais arenosos... Mas rápida ou lentamente o mar também faz recuar as nossas arribas costeiras e a construção na conhecida zona das Barrocas do Mar pode permitir uma bela vista sobre o Atlântico hoje, mas é, seguramente, uma catástrofe amanhã.

No litoral dos Açores o mar não só galga terra, como escava a ilha, o que varia é a velocidade do recuo da arrriba, que pode ser rápido, como na foto acima, deixando suspensas estruturas de moradias recentes.



Então grita-se e vocifera-se contra as autoridades que nada fazem para proteger aquelas casas sobre o mar ameaçadas de servir de moradias à fauna marinha!
E lá se fazem mais uns enrocamentos no litoral como os da foto em baixo, os quais só servem para adiar o problema hoje e agravá-lo amanhã.

Quando a razão diz que devemos viver em equilíbrio com este mundo, até quando os homens e os seus governantes continuarão a lutar para vencer a natureza?

O desenvolvimento sustentável, o ordenamento equilibrado e o bom ambiente não se exige, vive-se! E este só é possível quando todos deixarem os seus egoísmos e agirem para o bem-comum.

6 comentários:

Marco Lyra disse...

GOSTARIA DE MANDAR FOTOGRAFIA DOS DISSIPADORES DE ENERGIA DE ONDAS DO MAR BAGWALL CONSTRUÍDOS NO BRASIL COM CERTEZA PODERÁ AJUDÁ-LOS A CONTER O AVANÇO DO MAR SEM AGRDIR O MEIO AMBIENTE. COMO POSSO FAZER PARA MANDAR AS FOTOGRAFIAS?

geocrusoe disse...

Pode mandar as fotografias para o seguinte endereço: as1619335@sapo.pt provavelmente servirá para eu analisar a questão e um dia discutir com alguem que tenha o problema nas mãos... mas a situação não é assim tão grave (em termos de velocidade) aqui como no Continente, logo não garanto que as entidades oficiais a venha adoptar.

Carlos F.C.C. disse...

Geocrusoe - o avanço do mar nas nossas ilhas a mim parece-me um assunto muito importante, e saúdo-o desde já por este tema.
Cada vez mais o avanço do mar ou o recuo da arriba, põem em perigo as populações que durante estes ultimos séculos habitaram junto á linha de costa. É certo que a velocidade de erosão em meio natural nos Açores não é muito rápido, mas em determinados locais das nossas terras, as práticas agricolas, o abate de árvores de modo não organizado (áreas de encosta que ficam completamente a descoberto, á merce dos efeitos da chuva), as terraplanagens em linhas de água, etc, etc...
Contribuem de modo sistematico para a diminuição dos nossos territórios insulares.
Sou a favor de métodos de preservação das linhas de costa, mas de forma mais natural, a exemplo; os corais apesar de demorarem muito tempo a formarem-se parecem ser a longo prazo uma solução eficaz, os nossos mares tanto quanto sei são ricos em vida e são acolhedores no que toca á formação de corais.
Mas será necessário que as mesmas populações que se encontram em vias de ser ameaçadas tomem em consciencia, que terão de cuidar de entre outras coisas de não poluir o mar e a terra. Em dias de chuva intensa, o lixo é arrastado e escorre, matando e sufocando muitas formas de vida marinha, que contribuem para a formação de corais, que no seu conjunto formam recifes, autenticas barreiras que protegem as nossas ilhas da erosão marinha, diminuindo a velocidade das ondas, e dissipando a energia, fazendo com que o litoral já não sofra tanto com a força do mar. A meu ver, a preservação/manutenção do meio ambiente é sem dúvida uma das melhores apostas para nós, Açorianos, tanto do ponto de vista ambiental como do socio-económico.
Por vezes, o Homem confia demais na calma do gigante, e vai construir a sua moradia a poucos metros de zonas que, mais cedo ou mais tarde, serão reclamadas pelo mesmo.
Parece-me que por vezes não respeitamos ou não nos acautelamos da imensa força do nosso mar.
Conclusão, acabamos todos por arcar com as despesas de tentativas desesperadas de salvaguarda do nosso território, e quando a solução é bem mais barata, basta pensar estratégicamente em prol não dos ganhos rápidos mas dos ganhos sustentáveis.

Acabei por divagar um pouco, mas estes assuntos estão todos interligados, e dão para desenvolver outros temas, igualmente interessantes.

geocrusoe disse...

ao Carlos f.c.c
Em primeiro lugar cabe a cada Homem tentar viver em equilíbrio com a natureza para não degradar o ambiente e isso aplica-se na íntegra aos Açores, onde os ecossistemas são muito frágeis devido à sua pequena dimensão e isolamento.
No que se refere aos corais para protecção da costa, esclareço que os recifes que conhecemos destes animais só se desenvolvem em condições de temperatura, luminosidade e hidroquímicas muito específicas, pelo que, se não temos desenvolvimentos significativos de recifes de corais no arquipélago é porque as espécies capazes de tal não estão adaptadas às nossas condições.
Embora o problema do recuo das arribas não seja muito grave na maioria da costa açoriana (a foto corresponde a uma zona de excepção), nalguns locais ele está a agravar-se devido à construção demasiado próxima do litoral que por si só pode acelerar o processo, enquanto noutras zonas, onde o fenómeno é mais lento, a proximidade é de tal forma excessiva que a lentidão não compensa a asneira de construir sobre a arriba.

Rui Seu Amigo Locutor! disse...

Olhe ! Pesquisando na rede encontrei este seu blog e gostei muito.Eu estou no Brasil,especificamente em Campos dos Goitacazes,que fica no interior do Estado do Rio de Janeiro,estou mais ou menos 400 kms da capital,Rio de Janeiro.Aqui bem próximo,estamos tendo um significativo avanço do mar.Locais como: praia de atafona,farol de são Thomé,São Francisco de Itabapoana,ja tiveram ruas,casas,estradas levadas pelo mar,a destruição continua.Esse fenomeno pelo visto esta se espalhando pélo mundo por conta do derretimento da camada de ozonio.Abraços ! quando puder visite meu blog.www.ruilocutor.blogspot.com

Rui Seu Amigo Locutor! disse...

Só mais uma coisa: Trabalho em duas emissoras de rádio aqui,se quiser conhece-las,entre nos sites: www.rdcultura.com.br ou www.fm97.com.br.Abraços !