terça-feira, 14 de outubro de 2008

OLHOS NA TERRA NATAL

Porque existe muito mais mundo para além daquele que é coberto nos noticiários dos órgãos de comunicação social portugueses...
Parliament Hill em Ottawa, sede do Governo Federal do Canada

Porque hoje há eleições federais na minha terra natal...
Peace Tower, símbolo do país na sede do parlamento federal

Porque não me esqueço que o Canadá foi onde tive o meu primeiro berço e do Canadá veio a minha primeira residência depois do sismo de 9 de Julho de 1998...
Rio Ottawa, visto da Peace Tower, separa o Canada francófono, à esquerda, do anglófono, à direita

Neste dia 14 não deixo de estar com os olhos e o coração no meu primeiro país e mesmo que hoje nem uma palavra surja nos OCS portugueses sobre o Canadá, Ele estará todo dia presente perante mim, independentemente das escolhas que o povo fizer para o seu e também meu Governo Federal.

14 comentários:

ematejoca disse...

Que linda terra natal que o Geocrusoe tem. Um país aonde eu gostava de ir, era ao Canada.

"Ainda hoje se procura fazer ajustes de contas com o passado, o homem até foi comunista, envolveu-se na primavera de praga, foi expulso mais tarde, escreveu depois e ridicularizou o regime e querem-no ainda sacrificá-lo por deslizes de juventude?"
Tenho que confessar, que ontem fiquei chocada com a notícia,
porque acho "denunciar" uma coisa horrível.
Tenho estado, no entanto, a pensar o que é correcto. Neste caso, como nao tenho nenhuma ligacao com vítima, dou-lhe razao, geocrusoe.
Todavia, se o jovem que ele denunciou às autoridades fosse meu pai, meu irmao, meu marido, talvez eu quisesse Justica.
É um tema muito delicado. Depende da perspectiva. Pensei colocar o seu comentário no blogue, para ver a reaccao de outros leitores, mas acho que ninguem respondia.
"Ninguém é eternamente perfeito, mas aperfeiçoam-se os homens que com o tempo se corrigem. Mesquinhos são aqueles que denunciam os homens que se tornaram grandes pelas suas ideias"
Acho que a consciencia do Kundera nunca o deve ter deixado dormir em paz.
No artigo fazem comparacao com o Günther Grass. O caso é um pouco diferente. No caso do Grass foi ele, que voluntárimente, escreveu um livro sobre o assunto.
Estou-lhe grata por o Geocruseo ter interesse em temas como este.
Um portugues disse-me ontem ao telefone, que os temas do meu blogue nao lhe interessam.

Saudacoes outonais!

Pedrita disse...

olha só, eu sempre tive vontade de conhecer o canadá. e realmente os jornais esquecem várias partes do mundo. a não ser que aconteçam castástrofes por lá. e enquanto isso a imprensa brasileira designa minutos e minutos televisivos e páginas e páginas diariamente com detalhes especulativos das eleições nos eua. acho um despropósito. nem a eleição no brasil ganha tanto tempo. beijos, pedrita

Clau disse...

Olá.. Primeiro que tudo, muito obrigada pelo comentário! É sempre bom saber que pelo menos, uma pessoa, está em sintonia também com a minha cabeça! Em segundo lugar, era só para acrescentar que muito arrependida está senhora minha mãe de um dia, há muitos anos atrás, ter saído desse país (Canadá, embora sendo portuguesa, mas emigrante) que praticamente tudo lhe deu e daria se ela para lá voltasse. Agora é tarde..

geocrusoe disse...

à ematejoca
aproveite, vá, encontrará um país muito diferente dos eua, em ontário respira-se a dinheiro, mas sem a arrogância o grandes lagos tem zonas belíssimas, montreal é uma paris com sotaque americano e o pacífico sem dúvida é uma versão diferente dos alpes, o norte, bem outro mundo e o atlântico é um misto de culturas que lutam num clima agreste tipo escandinávia.

à pedrita
o post além de chamar à atenção para a minha terra, pretende alertar que os ocs dão-nos uma imagem do mundo muito limitada e por vezes distorcida.

à clau
compreendo parcialmente a tua mãe, embora eu possa sempre dizer que se fiquei em portugal, foi porque quando jovem acreditei neste país e espero voltar a acreditar ainda um dia.

Grifo disse...

era para ir ao canada este verão, mas já não vou xD.

Pelo que mostra é lindo... imagino com neve... nessa cidade neva?

geocrusoe disse...

ao grifo
Praticamente em todo o Canada pode nevar no inverno e outono e todas as grandes cidades estão expostas a nevões, embora Vancouver junto ao pacífico esteja menos sujeita, mas chove mais. O meu país natal é lindo, muito mesmo e diversificado na paisagem, embora o estilo de vida seja bem diferente do de cá, pois trabalha-se muito mais (15 dias de férias em média). No Canadá a geologia é muito valorizada, aliás tenho uma série de dvd que a cbc (a rtp canadiana anglófona) passou há meses para comemorar o ano internacional do planeta terra, basta compreender inglês ou francês.

LB disse...

Ainda bem que o mundo é mto maior do que o que vemos nos meios de comunicação social. Mas se tem queixa dos portugueses, o que dizer então dos brasileiros, como falou a Pedrita, ou pior ainda, dos americanos, que vivem fechados sobre a sua própria idiotice?

Os nossos podem não mostrar tudo, mas sempre vão variando um pouco mais, geralmente mais preocupados com os países que julgam dizer alguma coisa ao povo. Só que o povo não se rege todo pela mesma cabeça, e muito menos pelos mesmos interesses. Valha-nos isso!

LB disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LB disse...

Ainda bem que o mundo é mto maior do que o que vemos nos meios de comunicação social. Mas se tem queixa dos portugueses, o que dizer então dos brasileiros, como falou a Pedrita, ou pior ainda, dos americanos, que vivem fechados sobre a sua própria idiotice?

Os nossos podem não mostrar tudo, mas sempre vão variando um pouco mais, geralmente mais preocupados com os países que julgam dizer alguma coisa ao povo. Só que o povo não se rege todo pela mesma cabeça, e muito menos pelos mesmos interesses. Valha-nos isso!

geocrusoe disse...

à lb
claro que eu sei que há países onde os ocs dão uma imagem mais distorcida e reduzida que em portugal e também sei que os jornais são mais abrangentes que a rádio e a televisão... mas isso não invalida que a visão dada pelos ocs não seja a realidade do mundo, felizmente! senão isto era muito mais violento do que na realidade é, e veja-se o caso de portugal que eu considero e os estudos internacionais tendem a dizer ser pacífico contrariamente ao que nos passa nos telejornais.
Foi essa a ideia, existe mais mundo e diferente para além dos ocs que vemos e sendo eu ligado a um jornal sei quanto isso é verdade.
já agora, tirando canais específicos, portugal também raramente é falado lá fora, inclusive no canada e eu sei disso, é a mesma ideia.

nanda disse...

Olá,
Julguei que estava lá de férias, não o tenho encontrado.

nanda disse...

Olá,
Julguei que estava lá de férias, não o tenho encontrado.

LB disse...

A parte da violência nos telejornais tb pode ser explicado pelo valor-notícia dos acontecimentos. É por ser pouco comum que os crimes ainda são abertura da telejornal e manchetes nos jornais. Se Portugal fosse realmente um país violento, provavelmente ninguém lhes ligava muito.

E não querendo ser corporativista (mas se calhar já sendo um pouco, eheh), não podemos esquecer que ao jornalismo cabe apenas a tarefa contar uma parte da realidade. Aquela que, no momento, parecia ser a mais importante. Aos historidores caberá depois a tarefa de perceber se era, ou não, uma realidade realmente importante. :)

geocrusoe disse...

à nanda
estive uma semana de férias, mas não saí do faial, aliás pouco saí nesses dias, aproveitei para gozar a casa.

à lb
estamos de acordo, mas também gosto de procurar realidades menos divulgadas...