terça-feira, 16 de agosto de 2011

VIAJAR como sacrifício

Nunca escondi que gosto de viajar em férias, mas em trabalho pode ser um enorme sacrifício e hoje é um desses casos.
Estar impossibilitado durante as idas e vindas para o emprego de ver a paisagem majestosa da Montanha do Pico diante do Faial, interromper os meus banhos diários no meu paraíso da terra após uma jornada de labor, deixar para trás os fins de tarde a ler enquanto o crepúsculo desce ao som do chilrear da numerosa avifauna que cerca o verde da Ribeirinha e a assistir os voos picados dos morcegos, tudo isto que me relaxa aqui, para me deslocar a São Miguel profissionalmente é um sacrifício enorme para quem não tira férias no Verão, precisamente para viajar sem perder as as benesses do tempo estival na ilha Azul...

5 comentários:

jorge macedo disse...

caro amigo com que então foste à ilha grande, não te esqueças mal acabes os afazares foge daí para fora

geocrusoe disse...

Pelo menos já estou com saudades... e a esperar pelo fim de semana aí

Pedrita disse...

eu gosto de viajar a trabalho, mas deve ser pq o meu trabalho é diversão. acho q se fosse mais burocrático e exaustivo tb não gostaria. beijos, pedrita

geocrusoe disse...

Embora o meu trabalho seja técnico e gosto de muitas coisas que ele envolve, no Verão prefiro estar no Faial, onde os condimentos que referi e que me tornam a vida agradável não os consigo para temperar as viagens em serviço...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.