terça-feira, 24 de novembro de 2009

150 ANOS DA ORIGEM DAS ESPÉCIES: DARWIN NOS AÇORES

Neste ano em que se celebrou os 200 anos do nascimento de Charles Darwin, comemora-se hoje os 150 anos do lançamento da primeira edição do livro "Sobre a Origem das Espécies por Meio da Selecção Natural ou a Preservação de Raças Favorecidas na Luta pela Vida" mais tarde simplificado apenas para "A origem das Espécies" onde se expõe a teoria da evolução dos seres vivos.
Este livro talvez provocou o maior impacte das ciências da natureza sobre o pensamento da humanidade e ainda hoje é alvo de polémica tão grande ao pôr uma explicação científica para a origem e evolução do Homem fora do domínio das religiões.

O debate ainda não terminou e existem teorias que procuram manter viva a chama do criacionismo como a do "Desenho Inteligente" que subvertem o princípio fundamental da ciência, de explicar o mundo sem a intervenção do sobrenatural.

Aproveitando que na viagem de circum-navegação do Beagle onde Charles Darwin viajava como naturalista, que serviu mais tarde de base à teoria da Evolução das Espécies, os Açores foram uma das terras visitas. Hoje é lançado em simultâneo no Faial e no Pico o livro "DARWIN NOS AÇORES - Diário pessoal com comentários" integrado nas comemorações dos 150 anos do lançamento de tão importante obra científica.

Como curiosidade e à semelhança se dizer incorrectamente que Darwin se baseou nos Tentilhões das Galápagos para fundar a sua teoria, também o cientista quando passou pelas ilhas não viu que neste Arquipélago a especialização também se fazia sentir, sendo mais evidente em caracóis nomeadamente em São Miguel, tema que já deu origem este ano a exposições e debates sob o lema "O Erro de Darwin" as ciências são mesmo assim... erram até encontrar uma resposta natural para os factos observados e Charles Darwin, como grande naturalista (geologia + biologia), trilhou este caminho.

2 comentários:

Os Incansáveis disse...

Muito legal. Eu ainda estou buscando informações sobre a visita de Darwin ao Brasil, mas as informações estão espalhadas e algumas não são confiáveis.
(Tenho estado um pouco fora da web pois estava de mudança de casa e ainda estou com problemas na internet)
Denise

geocrusoe disse...

Pois a última paragem de Darwin ante de voltar à Inglaterra foi precisamente nos Açores, na Ilha Terceira e pelos vistos estava ansioso por chegar a casa que já não via havia 4 anos.