quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

CONCERTO DE ANO NOVO 2009 NA HORTA

O Ano Novo 2009 chegou e o Concerto da Paz ou de Ano Novo, a cargo da Orquestra Skomorokhi de São Petersburgo, dirigida pelo maestro Victor Akulovich,... também.

A bela igreja de São Francisco e com excelente acústica - um imóvel classificado e cada vez mais arruinado - lá abriu as portas novamente e... apesar da hora e do sol intenso, encheu! Houve público de todas as idades, línguas maternas diversas e muita boa música que a todos encantou...
Interessantíssimo os muitos arranjos e orquestações de música erudida, popular russa e tradicional portuguesa, para uma orquestra onde predominavam naipes de balaicas, domras, acordeões, flauta e oboé. Os músicos tocaram com estilo e gosto que contagiou os presentes.

No final... o público de pé a aplaudir entusiasticamente e a insistir mais e mais, enquanto os músicos a correr com instrumentos, pautas e roupas saíam da igreja. Só então se soube que o avião os esperava sem demora e não havia mais tempo de música a ganhar pelos muitos faialenses presentes, outro concerto os aguardava na Praia da Vitória, ilha Terceira.

Abaixo um excerto deste concerto, executado em muito más condições, num momento em que duas domras e uma balaica se desafiam com o Carnaval de Veneza de Niccolò Paganini.



O primeiro dia do ano de 2009, sem dúvida, teve para mim um concerto músical inequecível.

7 comentários:

Paulo Pereira disse...

Também fiquei surpreendido com a frescura e boa disposição da orquestra, pois sabia que ela actuava primeiro na Horta.
Tenho pena que não ocorram mais eventos destes. Muito interesante a combinação dos instrumentos que referiste.
Para não dizer de Gorbacthev, que continua em forma...
Pelos menos este.

Pedrita disse...

a osesp tb fez um concerto de fim de ano, mas não fui. fiz um jantar para eu e minha mãe aqui em casa e curtimos bastante. beijos, pedrita

Grifo disse...

O que perdi... :)

geocrusoe disse...

ao paulo pereira
eu gostaria que mais eventos deste nível acontecessem na horta, mas mesmo assim todos os anos acontecem vários, algumas vezes mesmo com portugueses vindos do continente e que as televisões generalistas não os divulgam, apesar da sua qualidade.
Sim este gorbachev está mesmo em forma, ele e três dos restantes solitas estão no U-tube.

à pedrita
eu tive tempo para curtir em casa e ir ao concerto e conviver com mais familiares, qualquer forma soube-me ainda a pouco.

ao grifo
eu avisei!... e seria uma oportunidade para veres como está a igreja de são francisco e ouvires a sua magnífica acústica... julgo que também vai haver um concerto de reis, mas ainda não me informei onde, de qualquer forma o que passou era o Grande Concerto deste período.

Pseudocódigo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
nanda disse...

Não percebo porque não se faz uma candidatura a património da Unesco.

Passei recentemente por alguns países da Europa Central, que recuperaram o seu património destuído pela guerra, através da Unesco.

Basta ver na internet a quantidade de igrejas, pontes, muralhas, palácios, casas, incluíndo património ambiental que muitos países, nas mais diversas latitudes tem conseguido.

Claro, dá trabalho fazer a candidatura! É melhor chorar sobre as ruínas.

geocrusoe disse...

nanda
não se se seria conveniente uma candidatura à unesco, aliás tenho medo que se banalizem essas candidaturas e a unesco comece a ter património reconhecido cujo valor à escala mundial pode ser duvidoso. angra recuperou também por essa via... mas o problema maior é deixarmos degradar o que os nossos pais, vivendo com muito menos posses, nos legaram.