domingo, 17 de abril de 2011

Alexandre O´Neill - Amigo

Mal nos conhecemos
Inauguramos a palavra amigo!

Amigo é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo

Uma casa, mesmo modesta, que se oferece.
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!

Amigo (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
Amigo é o contrário de inimigo!



Amigo é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado.
É a verdade partilhada, praticada.

Amigo é a solidão derrotada!

Amigo é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
Amigo vai ser, é já uma grande festa!

4 comentários:

ematejoca disse...

Um poema de Alexandre O´Neill , como o geocrusoe deve calcular, é muito mais do meu agrado do que os "homens de sonho".

"Traummänner" trata-se de uma exposição de fotografia na Deichtorhallen de Hamburgo.

geocrusoe disse...

Pois penso que a compreendo, mas recomecei a reaprender a língua de Goethe por isso a cultura germânica vota a estar em cima da minha mesa.

ematejoca disse...

DÁ-ME UMA GRANDE ALEGRIA!

Nesse caso, passe a visitar o "ematejoca", apesar que os meus amigos alemães se queixam que o tenho descuidado muito.

geocrusoe disse...

às vezes passo por lá, mas como voltei quase à condição de principiante por vezes perco-me... quando ficar mais habilitado talvez seja melhor.