segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Semana do Mar 2010: o fim da festa

Mais importante que um programa, são as pessoas que fazem uma festa ser boa... ou não e a Semana do Mar 2010, apesar de muita rotina e de um cartaz pouco sonante, para mim foi óptima.


A Semana do Mar de 2010, onde as actividades no mar são menos acompanhadas por muitos, continuou a ser um excelente festival náutico, aliás a sua semente foi o acolhimento de uma regata internacional.


Em terra comprei livros, ouvi música, diverti-me com amigos, reencontrei gente conhecida e com isso fiz a minha festa.


Fica-me na memória desta Semana do Mar a estreia da actividade "passeio em bote baleeiro", já antiga, mas que só agora experimentei e recomendo a todos, sobretudo aos visitantes para levarem um experiência diferente destas festas.
Resta esperarmos por novas Semanas do Mar...

7 comentários:

Pedrita disse...

ah, paramos de viajar ao mar. beijos, pedrita

one more shoot disse...

Isso, as pessoas fazem a festa! E para o ano há mais.

Fernanda disse...

Segui-o até aqui vindo da amiga Teresa.

Fiquei pelas fotos, belíssimas e um texto que me fala de um velejador em terra!
Gostei.

Não pratico, nunca pratiquei vela. O meu marido sim!
Ele também um apaixonado por ambas as matérias, vela e fotografia.
Se gosta de fotografia, veja aqui - http://paixaofotos.blogspot.com/

Abraço.
Ná - Na Casa do Rau

Anónimo disse...

Segui-o até aqui vindo da amiga Teresa.

Fiquei pelas fotos, belíssimas e um texto que me fala de um velejador em terra!
Gostei.

Não pratico, nunca pratiquei vela. O meu marido sim!
Ele também um apaixonado por ambas as matérias, vela e fotografia.
Se gosta de fotografia, veja aqui - http://paixaofotos.blogspot.com/

Abraço.
Ná - Na Casa do Rau

geocrusoe disse...

@ Fernanda
Surgiu um problema na moderação, pelo que tive de recuperar o comentário por esta via. Venha sempre que quiser, é bem-vinda.

@ one more shoot
Espero que a festa por aí também te tenha sido agradável.

@ Pedrita
Por agora haverá uma pausa

ematejoca disse...

Como deve ser linda essa festa no mar. Boas fotografias.
Aqui, temos as festas da terra - KIRMES - mas neste momento, não estou para festas.

Escolhi "O Evangelho segundo Jesus Cristo" por ser o primeiro livro que li do Saramago. Gostei, não por ser polémico, mas sim, por encontrar um Jesus com dúvidas como cada um de nós.
As palavras do excerto são uma crítica a Israel, que não reconhece o direito dos palestinianos a viverem na sua própria terra.
"O Memorial" e o "Ano da Morte de Rcardo Reis" ainda não li.
"O Ensaio sobre a cegueira" li e mais tarde vou falar dele, pois o desafio continua... e a Fernanda que deixou o comentário em cima é uma das iniciadoras.

geocrusoe disse...

@ ematejoca
Tal como referi, nós fazemos a festa, pelo que não foi tanto o programa que me fez divertir, mas o festival náutico, incluindo os passeios em bote baleeiro, deveria experimentar.

Sobre o Saramago e a sua obra já falei muito e sendo fã dele, distingo muito as águas entre o seguidor e o aproveitador da obra dele para outros fins.