quinta-feira, 25 de março de 2010

POETAS LUSÓFONOS 3 - Moçambique


Ensaio de lágrimas


Se as nossas lágrimas
apagassem o ódio que nos cerca
e apagassem também o fogo que nos mata
mãe
eu pediria as lágrimas de todos
sangrando as pupilas.

Mas temo, mãe
que nos afoguemos um dia
dentro das nossas lágrimas.



Hélder Muteia

3 comentários:

Anónimo disse...

Muito bonito! Enche a Alma!

Bia

Pedrita disse...

que lindo e q bela imagem. beijos, pedrita

geocrusoe disse...

@Bia
Também achei por isso o seleccionei para representar Moçambique nesta forma de expressão artística.
Um poema pequeno mas muito profundo e belo.

@Pedrita
a imagem tirada recentemente tentou neste caso representar o mar de lágrimas do ensaio, com todo os seus significados...