segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

PRESÉPIO ORIGINAL - RIBEIRINHA

A tradição do Natal em Portugal leva à construção do Presépio e embora hoje surjam cada vez novas formas de dar a este um aspecto contemporâneo, o princípio tende a manter-se: representar a cena do nascimento de Jesus em Belém associada a alguns pormenores típicos das nossas terras.
Na Ribeirinha esta tradição mantém-se viva, por norma todos os anos há Presépios particulares ou colectivos, vivos ou com imagens, grandes ou pequenos, tradicionais ou originais e disponíveis a quem nos visita.
Aqui está um Presépio, perto de minha casa, feito sobretudo com rolhas de cortiça que, além da tradicional gruta, adiciona dois dos imóveis mais marcantes na paisagem desta freguesia ao longo do século XX e fortemente danificados pelo sismo de 1998: o Farol e a Igreja. Por coincidência, dos poucos que não foram ainda reconstruídos, apesar dos anseios nesse sentido das gentes que por aqui vivem...
Para saber mais pormenores deste Presépio, ver o blogue: O Cantinho da Conceição.

5 comentários:

Os Incansáveis disse...

Eu adoro presépios. Na casa de meus avós maternos, se montava um presépio enorme e, quando criança, sempre gostei de olhar os detalhes. Há alguns anos, viajamos nesta época para as cidades históricas de Minas Gerais e todas as igrejas tinham seus presépios montados. Mas não reparei se havia detalhes particulares da região. Hum... Preciso voltar lá e conferir.
Denise

Fernando Vasconcelos disse...

Eu também adoro presépios. Acho especial piada às miniaturas mais do que aos de "tamanho real". Este em cortiça acho delicioso.

geocrusoe disse...

aos incansáveis
não sei exactamente a tradição por aí, mas tendo em conta que deve ter raizes portuguesas é provável que também haja reflexos da realidade do local onde o presépio se encontra, sobretudo se for feito por pessoas do povo.

ao fernando
sou da mesma opinião

Pedrita disse...

minha mãe e minha tia tem presépios feitos de barro do nordeste. eu já não sou muito ligada em presépios, sou mais fã de árvore de natal e papai noel. beijos, pedrita

geocrusoe disse...

à pedrita
eu também gosto muito de árvores de natal, costumo decorá-la do dia do meu aniversário nas semana anterior à festa.
Quanto ao pagão Papá Natal... sou apologista da tradição da minha infância com as prendas do Menino Jesus, embora também aceite o termo anglo-saxónico do São Nicolau que conhecia do Canada.