segunda-feira, 10 de agosto de 2009

SEMANA DO MAR - o termo da festa

Tal como a vida e o fogo de artifício têm uma auge e um fim, também a Semana do Mar foi boa enquanto durou, mas teve o seu termo...

A festa ao longo da semana encheu de vida, beleza e cor o canal...

Mas houve uma última regata no festival náutico e um último vencedor.

O cortejo alegórico traz todas as freguesias à festa, temas que foram desde os primeiros hidroviões que atravessaram o Atlântico e escalaram a Horta...

até ao período das descobertas iniciadas por Portugal e este foi dono dos oceanos e concebeu esta cidade mar, um último carro a deixar vontade para a próxima Semana do Mar...

8 comentários:

Mar de Bem disse...

Esta caravela estava um mimo! E bem engendrada!

Imagina, estava eu junto à Foto Jovial, quando reparo na azáfama de baixar mastros, duma forma bem inteligente e pragmática (de engenheiro!!!). Tudo isto por causa do atravessamento aéreo duma caterva de cabos eléctricos... Por regulamentação, qualquer passagem aérea tem que estar acima dos 4m (por causa dos carros dos bombeiros), mas devia faltar qualquer coisa, porque, para o último mastro passar foi presiso levantar os fios!!! Foi de tal modo, que o povo todo bateu palmas!!!

geocrusoe disse...

Concordo. Assisti a uma situação semelhante junto ao Costa & Martins e pelo mesmo motivo.

Pedrita disse...

eu moro longe do mar e adoro o mar. um evento sobre o mar, que fala das embarcações, deve ter sido maravilhoso. beijos, pedrita

geocrusoe disse...

e com o mar como cenário e meio de actividades lúdicas é mesmo maravilhoso.

Anónimo disse...

Caro geocrusoe:

Parabens pela magnifica reportagem que postaste, sobre a Semana do Mar.
Para quem está longe foi bonito de se ver.
Cumprimentos
Noutro Continente.

geocrusoe disse...

ao Noutro Continente
Este blog, como já disse no passado, é feito também a pensar nas pessoas com saudades desta terra e por isso é sempre agradável quando dizem que gostaram, pena que recebe poucos comentários da diáspora açoriana.

Os Incansáveis disse...

Apesar de morar numa cidade de concreto, longe do mar, gosto muito das cidades praianas, do cheiro da maresia, de passear na orla. O mar me fascina e me dá medo.
Denise

geocrusoe disse...

aos incansáveis
um ilhéu não só vive fascinado com o mar, como plenamente unido a ele. o mar é a nossa cerca e o nosso caminho para o exterior, está sempre a nosso lado e não nos sentimos bem sem ele omnipresente