terça-feira, 12 de maio de 2009

PROTESTO CONTRA A SORTE DE VARAS NOS AÇORES

Neste dia de luta e contestação na blogosfera açoriana contra a introdução da Sorte de Varas nos Açores, este blog abre uma excepção e manifesta o seu protesto por 24 horas...

Imagem retirada daqui

Porque não é uma tradição nos Açores e a Autonomia deve ser usada para fins muito mais elevados que a introdução de prática tão estranha à nossa cultura.
Porque a tradição tauromáquica por excelência nos Açores reside na tourada à corda, que não inflinge maus tratos aos animais, nem comporta imagens de tortura estranhas à forma de estar açoriana, embora a de praça tenha os seus pergaminhos também.
Porque alguém tem de dizer NÃO à iniciativa de introduzir legalmente nos Açores esta prática.

Para saber mais sobre esta causa consultar o blog In Concreto e promotor deste protesto.

13 comentários:

ematejoca disse...

Eu não sou contra a introdução da Sorte de Varas só nos Açores, mas sim em todo o mundo.

Acho muito bem, Geocruseo, que o seu blogue abra uma excepção e manifeste o seu protesto por 24 horas... Tem todo o meu apoio!

ematejoca disse...

Eu não sou contra a introdução da Sorte de Varas só nos Açores, mas sim em todo o mundo.

Acho muito bem, Geocruseo, que o seu blogue abra uma excepção e manifeste o seu protesto por 24 horas... Tem todo o meu apoio!

ematejoca disse...

Eu não sou contra a introdução da Sorte de Varas só nos Açores, mas sim em todo o mundo.

Acho muito bem, Geocruseo, que o seu blogue abra uma excepção e manifeste o seu protesto por 24 horas... Tem todo o meu apoio!

Tibério Dinis disse...

Obrigado pela colaboração neste objectivo comum e por abrir a excepção:)

Haja Saúde

Portuguese Huntin Group disse...

Say No, sorte de varas

Democracia Bateu no Fundo nos Açores.
Hoje pode ser a pagina mais negra apos 25 de Abril.

http://mynameisfairplay.blogs.sapo.pt/

Grifo disse...

Olá tens um selo no meu blog

Adoro o Teu blog :P

Grifo disse...

Isto é a piada do dia certo??

Só pode ser!! O mundo luta para acabar com a tourada de tortura onde existe, e nos Açores querem criar!

Será que me enganei a ver no calendário e estamos e pleno sec. XIV, ou seja na idade media... se continuamos a recuar tanto, os nossos presos serão mortos em coliseus...

Pedrita disse...

eu acho que qualquer "esporte" q coloque em risco vidas deve ser proibido. beijos, pedrita

geocrusoe disse...

à ematejoca
obrigada pela compreensão e solidariedade nesta causa... talvez perdida.

ao tibério
foi o pleno uso do meu direito de protestar e defender uma causa que julgo dever defender e assumir publicamente.

ao portuguese huntin group
no fundo não digo, mas que a democracia desce... talvez amanhã desça um passo sem qualquer justificação plausível.

ao grifo I
aceitei o selo, sairá à meia-noite, pois hoje está destinado ao protesto.

ao grifo II
infelizmente é a triste realidade, um conjunto de deputados achou que se podia desforrar de tal não ser permitido com o anterior estatuto autonómico, esta foi a primeira conquista da nova lei da autonomia.

pedrita
a vida é um risco, mas colocar em risco pessoas de modo inconsciente ou animais com recurso à violência gratuita e sem qualquer tradição é abjecto.

Os Incansáveis disse...

Todos os animais merecem respeito e têm direito à vida e esportes ou entretenimento que maltratam animais sem levar em consideração seu sofrimento devem ser banidos.
Denise

geocrusoe disse...

aos incansaveis
eu não sou um amante de touradas, lutas de cães ou galos. todavia onde estas acções existem radicadas na cultura tradicional não concordo que sejam banidas radicalmente. prefiro um trabalho de longo prazo para alterar a situação e o comportamento.
a tourada à corda não é violenta, processa-se no meio da rua e em liberdade e igualdade entre pessoas e touros. a de praça já é um pouco diferente. mas a sorte de varas é a tortura ou violência sobre o animal elevado à categoria de espectáculo e não tem tradição local, por isso nada justifica a introdução desta prática nos açores.

Carlos Campos disse...

Apoiado!!!

Só não concordo quando diz que a tourada á corda não é violenta e que há liberdade e igualdade entre touros e pessoas. Tá-se mesmo a ver que nunca levou uma marrada :).
Liberdade, só mesmo aquando do arrejeito(voo) que nós levamos(o toiro tá bem preso ao chão e amarrado pelo pescoço(liberdade minima)), e a igualdade, bem essa desaparece logo que levamos a pancada e percebemos que não estamos há altura destes magnificos animais.

Agora a sério, sou Açoriano e sou completamente contra. Temos que ter respeito pela vida, seja ela qual for.

geocrusoe disse...

quando eu digo isso é porque cada um joga com as armas que a natureza dotou cada um, o touro a sua força e cornos, enquanto o homem a sua destreza e inteligência. não há ferros, nem subterfúgios a que o touro não tem acesso. é um risco para quem entra, mas essa é a regra do jogo.
não gosto de touradas de praça, nem sou fã das de corda... mas esta pelo menos merecem o meu respeito e tem tradição nos açores.