segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

DON GIOVANNI, na primeira casa

Nesta epopeia operática mais uma vez insisti em Mozart, uma obra divertida, contrariamente à ideia de muitas pessoas do que são as óperas, contudo moralista.
Embora Mozart tenha sido um artista reconhecido em vida, as suas obras nem sempre tiveram a aceitação institucional e da crítica, situação que conduziu a que a estreia de Don Giovanni (ou Don Juan como se tenderia a dizer em Portugal) ocorresse em Praga no Teatro dos Estados, onde a obra, perante um público conhecedor de música, foi um sucesso e motivo porque dois séculos depois eu optei por visitar esta cidade e ver pela primeira vez ao vivo o Don Giovanni, precisamente na sala onde foi estreado mundialmente.

Teatro dos Estados, local da primeira estreia de Don Giovanni pelo próprio Mozart, foto daqui

O vídeo mostra Don Juan, legendado na compreensível língua de Cervantes, a seduzir uma noiva, precisamente no dia do seu casamento, por um cantor que associo sobretudo a papeis de Mozart, dueto que mostra a capacidade do compositor, com bom gosto, conciliar a beleza, a ironia e o humor, de uma forma acessível a todos os públicos 

4 comentários:

ematejoca disse...

Conhece a novela de Eduard Mörike: Mozart auf der Reise nach Prag?
Em Praga encontra-se à venda por todo o lado. Nao comprei aí esse livro, porque já o tinha em alemao. Mas estive quase para comprar a versao inglesa.

Continue a dar-nos notícias sobre as suas actividades culturais, e divirta-se muito.

Grifo disse...

aproveita ao máximo as ferias, porque são sempre curtas xD

geocrusoe disse...

a ematejoca
nao conheco e ja estou no aeroporto a aguardar para o embarque...

ao grifo
tao curtas que daqui a pouco embarco...

geocrusoe disse...

Talvez pela responsabilidade de apresentar neste local o Don Giovanni a representacao da noite foi formidável!