domingo, 12 de outubro de 2014

"O homem sem qualidades" de Robert Musil - Volume II


O volume II de "O homem sem qualidades" apesar de publicado três anos depois, vem em perfeita continuidade do primeiro, tendo como principal particularidade a introdução da irmã de Ulrich, fisicamente muito semelhante a este, que funciona como um avatar do protagonista para desempenhar o comportamento contrário dele. Embora esta levante as mesmas questões filosóficas ao irmão com a profundidade característica da obra e não pareça discordar dele, na prática, a imperfeição dos seus impulsos não a impede de agir contra a moral e valores defendidos de modo consciente.
Assim, se no primeiro volume as discussões e os problemas de moral bloqueiam o agir e as decisões, no segundo, apesar de se analisar os temas como as questões de moral, as preocupações do espírito e da alma de um povo como num ensaio, mesmo perante as contradições no mundo sobre as ideias e as múltiplas culturas do império Austro-Húngaro, agora, num clima de exaltação, tomam-se posições e a palavra de ordem é: ação.
Neste confronto irmão-irmã que se completam, sente-se que se vai desenvolvendo um sentimento fortíssimo que roça a paixão ou mesmo o amor, oculto à sociedade, pois tal seguramente vai contra todos os seus princípios e mesmo dos seus intervenientes, ficando em aberto para o volume seguinte a tentativa de resolução das consequências das decisões e ações tomadas no fim desta parte do livro.

4 comentários:

Pedrita disse...

deve ser bem interessante. tive a impressão que esse vc não levou tanto tempo quanto o primeiro. eu estou devagar nas leituras. beijos, pedrita

Carlos Faria disse...

O vol. II tem cerca de 450 contra as 840 do vol I, além disso o facto de se tornar mais ativo também faz acelerar o entusiasmo e a velocidade de leitura do que os capítulos de discussão filosófica sem ação.

ematejoca disse...

«O Homem sem Qualidades», esse sim, é um romance de peso, recheado de diálogos e dissertações filosóficas em torno de Ulrich, um homem sem qualidades.

Gillian Flynn, a autora do best-seller mundial EM PARTE INCERTA e do nº 1 do New York Times LUGARES ESCUROS, escreve intrigas densas com personagens deliciosamente arrepiantes.

Carlos Faria disse...

Agora na 2.ª parte do volume 3 já não há capítulos novos, apenas fragmentos de esboços para os capítulos publicados. Pena de facto não ter concluído o romance, mas pela densidade já duvido que algum dia conseguisse acabar tanta dissertação filosófica.