segunda-feira, 21 de setembro de 2009

21 DE SETEMBRO DIA DA FREGUESIA DA RIBEIRINHA


Vista geral da localidade da Ribeirinha que deu o nome à freguesia

À época das descobertas e do povoamento dos Açores, em virtude da forte ligação Igreja - Estado, a formação de freguesias estava intimamente ligada à criação de paróquias, por isso não admira que entre os registos mais antigos da Ribeirinha esteja também os da elevação desta comunidade à categoria de Paróquia de São Mateus e que, recentemente, os seus autarcas tenha instituído a data de 21 de Setembro, dia em que os cristãos celebram este apóstolo cristão, como o DIA DA FREGUESIA DA RIBEIRINHA.

Espalhafatos, uma das localidades da freguesia e a sua igreja de Santo António

Assim e pela primeira vez, esta comunidade irá celebrar institucionalmente o Dia da Freguesia, com cerimónias oficiais que envolvem actividades religiosas e civis evocativa da data. Estas últimas concentradas junto ao edifício Polivalente da Ribeirinha, sede da Junta de Freguesia, Casa do Povo e serviços médico-sociais desta comunidade.

Edifício Polivalente, sede da Junta de Freguesia

Após anos de análises de propostas para símbolos heráldicos e apreciação por várias entidades competentes na área, finalmente chegou-se a uma versão final destes, os quais: brasão, bandeira e selo; serão apresentados oficialmente nestas cerimónias, cujos pormenores técnicos e representativos serão divulgados igualmente hoje.

Brasão da Ribeirinha

Aqui fica o brasão sobre as cores de fundo da bandeira, cuja simbologia, para os Ribeirinheses é fácil de entender: as estrelas são as suas duas localidades: Ribeirinha e Espalhafatos; o farol representa a memória do principal marco da freguesia criado no século XX; a ribeira está na origem do nome e é marginada pelo verde dos seus terrenos, a fertilidade destes é o ouro da zona que e fica expressa pela cor amarela, tudo isto envolto por um mar azul onde os navegadores são orientados pela luz que sai de junto do ainda ex-libris desta comunidade.

(Clique nas imagens para as ampliar)

9 comentários:

Valter Medeiros disse...

Parabéns à Freguesia da Ribeirinha e a todos os ribeirinhenses!
Gostei do brasão da freguesia e acho totalmente apropriado que o farol seja o simbolo central deste brasão. Felizmente tive oportunidade de visitar o farol antes do sismo e era impressionante. Conseguia vê-lo perfeitamente da minha varanda no Pico.
Não há planos para o reconstruir?

Pedrita disse...

nossa, que bonito. beijos, pedrita

Wanderly Basso Jr disse...

meu caro e lusitano amigo...

acompanho a pouco tempo seu blog e posso dizer que estou adorando, a cada post eu conheço mais um pouco desse lindo país que é Portugal, parabéns pela qualidade dos escritos.

Tomei a liberdade de inserir um link para o seu blog à partir do meu, e indico a todos que se interessam pela geologia do velho mundo.

grande abraço.

http://sedimentando.blogspot.com/

Grifo disse...

Parabéns vizinhos... :P

O facto de o farol ser imagem central do seu brasão é outra óptima razão para não deixar as ruínas caírem por terra... Seria uma pena.

nanda disse...

Parabéns à Freguesia dos mneus antepassados. Sinto que também é um pouco minha

geocrusoe disse...

ao valter
existem ainda diversas dúvidas sobre o destino e o modo de recuperação da zona da Ponta da Ribeirinha onde se situa o Farol, inclusive sobre este... infelizmente.

à pedrita
todas as freguesias situadas em zonas montanhosas possuem enquadramentos paisagísticos belos, a Ribeirinha não é excepção.

ao wanderly jr
Já visitei o seu espaço e coloquei-o na lista de blogues de geologia, em breve explorarei com maior detalhe o sedimentando... um abraço de colega de profissão.

ao grifo
o futuro das ruínas do farol ainda é incerto. quando se seleccionou o Farol para imagem central do brasão, em 1997, este não estava em ruínas, o processo depois foi interrompido com o sismo e retomado há poucos anos, mas a simbologia no essencial manteve-se, o que me deixa muito contente.

à nanda
ainda bem, apesar de alguns problemas tem coisas muita bonitas e uma dinâmica cultural acima da média face à sua pequena dimensão.

JCARLOS disse...

muito bem visto, e bem lembrado.

ematejoca disse...

Também eu dou os parabéns à Freguesia da Ribeirinha e a todos os ribeirinhenses.
Gostei muito de todas as fotografias, mas o brasão com o farol como simbolo central é o máximo!!!

O seu comentário sobre o outono fêz-me rir. Nos últimos tempos tenho recebido tantos selos, que já lhe perdi a noção. Para não acontecer o mesmo com esse, resolvi publicá-lo imediatamente, embora o outono só chegue esta noite! Ou talvez tenha sido o meu subconsciente: como estou ansiosa, que chegue o outono, anúnciei-o um dia mais cedo!

geocrusoe disse...

jcarlos
como sabes faço por isso ;)

à ematejoca
pois também de ri.
Gosto muito de saber que achou o máximo a ideia do farol... claro por estar na origem da escolha como se depreende da data inicial da proposta