quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

"Focos de Tensão" de George Friedman


"Focos de Tensão" de George Friedman, filho de uma família judaica do leste da Europa refugiada nos Estados Unidos, é um ensaio onde o autor, académico, procura evidenciar que a paz na Europa não é um facto definitivo, existindo muitos aspetos em que este continente possui tensões que podem fugir ao controlo dos seus dirigentes, nomeadamente: nacionalismos (o caso da Catalunha nem é lembrado), interesses económicos, receios, crenças e particularidades que são explosivas e cujo um incidente pode levar a guerras.
Assim, após se compreender os caminhos que levaram a Europa a dominar o mundo cultural, política, económica e militarmente, Portugal não é esquecido, este continente, pela sua filosofia e tensões internas, em 3 décadas no século XX tornou-se marginal e desinteressante para as várias potências do século XXI, um mero rico fraco, incapaz de se defender de ameaças de guerra ou de se impor para salvaguardar os seus interesses: um cadinho cujos equilíbrios em que assenta a sua paz, inclusive na União europeia, a qualquer momento pode entrar em rotura. Um ensaio que é uma lição de história e um aviso aos europeus. Li-o em formato ebook, mas existe também a versão em livro de papel.

5 comentários:

Pedrita disse...

fiquei curiosa. aqui quando não acho um livro em livrarias eu vou a sebos. inclusive temos um site que reúne os sebos. república dos sonhos que estou lendo está esgotado. mas achei em um sebo aqui perto de casa. beijos, pedrita

Carlos Faria disse...

Ainda bem que encontrou esse livro, penso que vai gostar de ver a história do Brasil e a estória daquela família. Por cá chamamos alfarrabista aos vossos sebos, e alfarrábio aos livros antigos e usados vendidos nos alfarrabistas.

Kelly Oliveira disse...

Olá Carlos, Feliz Ano Novo, que Deus abençõe você e sua família!

Muito interessante o assunto desse ensaio, o ebook foi adquirido na Amazon?

Abs
CAFÉ E BONS LIVROS

Carlos Faria disse...

Igualmente para si votos de um ano de 2018 abençoado.
Embora eu tenha alguns ebooks da amazon, como essa biografia de Pierre Trudeau que mostro, a grande maioria dos ebooks em Português que compro é num portal nacional a Wook, onde também compro os livros já que o meu isolamento numa ilha no meio do atlântico me deixa afastado das grandes livrarias.
Não sei se esta obra em Português de Portugal tem alguma tradução no Brasil ou se alguma destas está disponível na Amazon que agora tem um centro de livros portugueses em Madrid.

Pedrita disse...

ah, alfarrabistas. simpático. eu tenho um sebo perto de casa. passo do outro lado da rua pra não sofrer a tentação. quanto ao le clézio, eu leio alguns franceses. esse é bom, mas não chega a ser genial. mas li um só do autor, não dá pra ter ideia como serão os outros.