terça-feira, 27 de janeiro de 2015

"O Coração das Trevas" de Joseph Conrad


Há livros que nunca será demais ler e reler numerosas vezes que sempre terão algo de novo para nos questionar ou dizer, "O Coração das Trevas" de Joseph Conrad é um desses livros. Um pequeno romance, cujo conteúdo é enorme e por mais que se leia, levantará sempre novas perguntas sobre até onde pode ir o fundo negro do homem na exploração e no desprezo pelo outro.
Um livro inquietante onde um Europeu, Marlow, relato o que viu ao navegar pela floresta primitiva através do rio Congo para ir buscar alguém que estava no posto mais distante da companhia que abastecia a Bélgica de marfim e se tornara incómodo.
O relato mostra o que homem civilizado e moderno é capaz de fazer a um povo, que representa a origem da humanidade na floresta primitiva, para satisfazer os seus interesses e sem dar qualquer importância à vida e ao bem-estar do seu semelhante e como este escravizado ainda é capaz de se humilhar ao serviço deste super-homem de valores e princípios que o explorou.
Uma obra aproveitada para as partes mais inquietantes do filme de Coppola "Appocalipse Now", com uma descrição forte, cinematográfica, com uma escrita moderna apesar de ser de 1902 e cheia de interrogações subtis, colocadas pelas dúvidas e consciência de Marlow.
Mais grave ainda é descobrir como alguém com o sonho de civilizar o povo da floresta se transforma num deus do mal depois de todo o horror que viu no rio Congo. Uma obra de arte, incómoda, que agita a consciência, feita para pessoas que se interrogam mas também para aquelas que se deixam enganar por este Europeu de valores que abolira a escravatura que deve ser lida várias vezes na vida.

12 comentários:

Pedrita disse...

fiquei curiosa. eu sou apaixonada pelo deserto dos tártaros. li em uma viagem do rio de janeiro para são paulo. está entre os meus livros preferidos. tanto q comprei o filme baseado no livro q é igualmente uma obra de arte. boa leitura. beijos, pedrita

Carlos Faria disse...

Apesar de ser um livro forte em termos emocionais, recomendo vivamente e como é pequeno, lê-se rapidamente. Uma obra literária muito importante e interessante.

Os Incansáveis disse...

Também li e reli "Coração das Trevas" (no original em inglês). E Apocalipse Now vi 3 vezes.
Denise

Carlos Faria disse...

No filme, é interessante ver como Coppola num continente e ambiente tão diferente conseguiu transportar aquela ideia de horror, desta vez usando uma guerra, que de facto era o que se fazia aos autóctonas

Denise disse...

Olá Carlos,

É um livro poderoso.
E "O Deserto dos Tártaros" também. É um grande livro. Espero que gostes.

Boas leituras

Carlos Faria disse...

Sim, poderosíssimo e pelo que já li do deserto, sei que valeu a pena estar a ler.

fatimapomboimagem disse...

Eu amo esse autor. Eu li tres livros dele e adoro-os. Vou procurar este....

Carlos Faria disse...

Talvez seja o livro mais forte dele.

DIARIOS IONAH disse...

Comprei ontem a tarde "No Coração das Trevas" por sua sugestão. E já comecei a ler....

DIARIOS IONAH disse...

Comprei ontem a tarde "No Coração das Trevas" por sua sugestão. E já comecei a ler....

Carlos Faria disse...

Depois hei de descobrir o que achou desta obra inquietante.

DIARIOS IONAH disse...

Eu li, como sempre, com Conrad gostei muito; mas Freya das sete ilhas me impressionou mais, falou mais fundo.