terça-feira, 9 de outubro de 2012

O visconde cortado ao meio - Italo Calvino

Mais informações aqui


Sabemos que o ser humano é constituído de partes boas e más, mas se o partíssemos ao meio separando estas partes como seria?
Uma alegoria que mostra a genialidade que é o escritor Italo Calvino, um dos meus escritores prediletos.
Interessante também que para alguns, mesmo que pretendam alcançar a perfeição, o bem pode mesmo ser incómodo e, por vezes, até o mal melhor tolerado.
Um excelente livro onde, além do mal e do bem em confronto para reflexão, também existe o tempero do amor, num texto que talvez não seja tão surrealista quanto o estilo. Adorei!

Um livro que integra a lista das recomendações do Plano Nacional de Leitura

1 comentário:

Pedrita disse...

eu amo esse livro e como vc é o meu autor preferido. realmente esse incômodo ao excessivamente bonzinho é genial no livro. um grupo famoso de teatro montou o espetáculo desse livro no brasil. eu cheguei a viajar para minas gerais só para ver esse espetáculo. ele dividiu as pessoas só o visconde é q era um inteiro. os animais tb eram divididos, uma galinha de um lado, um pato de outro. os atores então se viraram e cada um era um personagem e conversarem entre si, genial. um dos grandes espetáculos q já vi. falamos de livro ao mesmo tempo. acabo de postar sobre um livro no blog. bejios, pedrita