quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Fim-de-semana de Saraus Musicais

Por vezes existem períodos sem qualquer concerto, noutros eles abundam, felizmente no próximo fim-de-semana não há sobreposições para quem quiser aproveitar ao máximo estas oportunidades.


segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Ponte sobre o rio de rocha

Não é por acaso que esta freguesia da ilha de São Jorge se chama de Ribeira Seca e até penso que nem se refere a este curso de água, mas quando aqui passei tive a sensação que a ponte ali estava para unir as margens de uma escoada de lava consolidada.
Na rocha são contudo evidentes os vestígios do desgaste erosivo de quando o fruto das chuvas torrencialmente escorre por essa topografia altamente irregular, algo que não é muito comum, pois a água tende a regularizar a superfície por onde passa, o que neste caso ainda não deve ter tido tempo suficiente para tal.

sábado, 24 de setembro de 2011

Festa de São Mateus da Ribeirinha

Neste fim de semana na Ribeirinha
As festas religiosas são além de serem uma manifestação de fé, são uma tradição que importa valorizar, para não se apagar a memória das comunidades e pelo papel social que desempenham.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Janela Manuelina - Ribeira Grande

Por norma os baixos relevos e rendilhados em pedra nos Açores aparecem efectuados em traquito, por ser mais lava fácil de trabalhar. A janela manuelina no centro da cidade da Ribeira Grande é um desses casos.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

DIA DA RIBEIRINHA

21 de Setembro, dia de São Mateus é a data oficialmente determinada pela Autarquia Local, há já vários anos, como o Dia da Freguesia da Ribeirinha do Concelho da Horta.
O programa das comemorações encontra-se aqui.


quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Vigia - Ilha de Santa Maria

Forte de São Brás

Vestígios de uma época passada onde até a arte da defesa estava associada a uma política de beleza...

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

ARTUR GOULART - Salmo 152




O tempo que corre
é mar que se espraia.

As ondas são sonhos
perdidos por mim.

O vento é espuma
rendando desejos.

A rota é o longo
caminho da posse.

O amor é um barco
que eu fiz para ti.

in "no fio das palavras"

domingo, 11 de setembro de 2011

11 de Setembro de 2001 - 10 ANOS

Imagem daqui

Há momentos que retratam a força do ódio, da injustiça e do fanatismo com que a humanidade é capaz de se atacar a si próprio. Os atentados de 11 de Setembro de 2001 são frutos de séculos de ódios, injustiças e fanatismos que semearam mais ódio, injustiça e fanatismo.

Os atentados de 11 de Setembro são uma aberração, pois não resolveram nenhum problema do Homem e agravaram todos os que já existiam.

A grande derrota sofrida pela humanidade no dia 11 de Setembro de 2001, foi que ficámos todos mais pobres, sem a humanidade ter ficado melhor e continuamos a não reflectir como corrigir isto sem cultivar mais ódio, injustiça e fanatismo... e enquanto não ultrapassarmos este problema, aquelas mortes terão sido em vão, ao contrário do que seriam se servissem de correcção para este erro civilizacional global.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

HORTA das Baías Formosas


Há muitas cidades que o homem as tornou bonitas, mas há outras mais raras, cuja formosura nasce de dentro, onde a beleza está acima da intervenção humana e com o cuidado ou na falta deste são sempre belas.
A Horta pertence ao leque destas raridades e as duas baías sobre as quais se debruça, a da Horta e a do Porto Pim, permitem uma paisagem única, onde tudo se funde na perfeição dos estados da matéria, das cores, das texturas e das formas.

sábado, 3 de setembro de 2011

Recordando o Serão Musical do Varadouro

A tradição da noite de música na ermida do Varadouro não desiludiu os muitos que se deslocaram ao templo, estes encheram o seu interior e as bancadas colocadas propositadamente no adro junto às duas entradas do edifício.

Saliento a surpresa agradável de Elisabete Costa, uma jovem flautista promissora, o seu virtuosismo ficou demonstrado sobretudo quando interpretou a longa polka "Rossignol" de Ernest Koehler.

A soprano Helena Juravskaya já não é estreia nesta série de já 12 concertos consecutivos no Varadouro, além da sua simpatia e disponibilidade, é sempre agradável ouvir o sentimento que vota nas suas Avé Marias e este ano agradou-me a forma como cantou "A Estrela" de Viana da Motta.
Kurt Spanier é a alma destes concertos, além de ter ofertado o seu trabalho organizativo e de direcção artística, brindou-nos ainda com a sua excelente voz, destaco uma magnífica interpretação do lied de Schubert "Der Lindenbaum" uma das obras que é uma das que mais gosto deste compositor e de interpretação difícil.