segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Ponte sobre o rio de rocha

Não é por acaso que esta freguesia da ilha de São Jorge se chama de Ribeira Seca e até penso que nem se refere a este curso de água, mas quando aqui passei tive a sensação que a ponte ali estava para unir as margens de uma escoada de lava consolidada.
Na rocha são contudo evidentes os vestígios do desgaste erosivo de quando o fruto das chuvas torrencialmente escorre por essa topografia altamente irregular, algo que não é muito comum, pois a água tende a regularizar a superfície por onde passa, o que neste caso ainda não deve ter tido tempo suficiente para tal.

2 comentários:

Fernando Vasconcelos disse...

Muito bom. A ler "Os Miseráveis" ? :-) muito bem ! Quando o li pela primeira vez devia ter 13/14 anos foi esse livro que me revelou Victor Hugo, ainda hoje gosto especialmente dessa obra.

geocrusoe disse...

Tem momentos de divulgação da história e da revolução francesa geniais, partes que são altamente emocionantes e formativas de consciência, mas também não lhe faltam páginas entediantes, mas sem dúvida uma grande obra nos vários significados do adjectivo