sábado, 1 de janeiro de 2011

PRESÉPIOS 2011 - 1 - ESPALHAFATOS

Os presépios são sem dúvida uma das formas de expressão artística e religiosa com maiores tradições nos Açores, os quais marcam presença todos os anos pela época natalícia em muitas casas e instituições destas ilhas, onde algumas das quais, como no Faial, habitualmente os colocam à disposição da visita do público.

Após ter publicado sobre o presépio dos Escuteiros da Ribeirinha, hoje mostro os expostos publicamente nos Espalhafatos, em casa de António Matos Rocha e na igreja de Santo António.

Repleto de cenas de vivência tradicional das nossas ilhas e de cena bíblicas associadas ao Natal, o primeiro presépio utiliza além de imagens de cerâmica, numerosos edifícios típicos pintados e construídos manualmente que se integram num cenário paisagístico com recurso a lavas, bagacinas, musgos, líquenes trigo germinado e ramos de plantas arbustivas e arbóreas. Uma construção detalhada das nossas vivências e tipicamente tradicional.

Não menos tradicional, mas cada vez mais escasso, são os altarinhos ao Menino Jesus, Laura Rocha assumiu a tradição e construiu o seu com os degraus típicos, cobertos de tecidos com rendas e bordados e decorados com as habituais tangerinas e trigo germinado. Uma ternura cheia de memórias de como era vivido o Natal antigamente no Faial.

A simplicidade não é oposta à beleza, na igreja de Santo António, com predomínio de material arenoso e cactos, que recordam os desertos que cercam Israel, e uma gruta em basalto cerrado cercada de musgo, dão a este presépio uma estética singular e agradável.

Sem comentários: