sábado, 22 de março de 2014

"NOSTROMO - Uma história da beira-mar" de Joseph Conrad

Nostromo - Editora Dom Quixote

"Nostromo - uma historia da beira-mar" de Joseph Conrad é um romance minucioso que diz muito para além dos intensos pormenores com que é caracterizada profundamente a psicologia das personagens, as suas interligações sociais, a estrutura hierárquica de um povo, os vícios e a ganância das pessoas que podem destruir politicamente um Estado e o próprio amor.
Passado num País imaginário da América Latina, Conrad constrói a imagem nítida de um Estado com todos os defeitos estruturais que por norma perturbam o desenvolvimento deste continente, não faltando: o complexo de colónia, de colonizador, de estratificação de classes, de independência e de secessão e onde os seus recursos ou o seu próprio tesouro é a causa da pobreza de muitos, da desgraça da nação e da instabilidade politico-social permanente e até de vitimização do amor.
Muito é dito de uma forma subtil e inteligente com uma escrita magistral, condimentada com paixão, ódio, corrupção e integridade humana, bem como a frequente desilusão a que ficam condenados os idealistas.
Um grande e belo romance, que não perde atualidade, com paixão, melancolia, aventura, heroísmo e a cobardia que move a humanidade.

2 comentários:

Pedrita disse...

conrad é um grnade autor de aventuras, indo além de aventuras. só li lord jim dele. beijos, pedrita

Carlos Faria disse...

Recomendo verdadeiramente este Nostromo, um grande romance e como sul-americana ainda o verá com uns olhos mais perspicazes do que eu