quarta-feira, 13 de julho de 2011

A insustentável qualidade de vida açoriana no Verão

Depois de ter cantado as brumas desta ilha, estas espantaram-se imediatamente e logo regressei a meu estilo predilecto de vida no Verão quando não estou de férias:
Sair do trabalho e interromper a viagem de 10 minutos do percurso de 10 km de regresso a casa para dar um mergulho nestas águas azuis, bem temperadas, límpidas e com as três ilhas do Triângulo debruçadas sobre o mar e depois já no lar ter ainda sol para aproveitar o fim de tarde para uma leituras relaxantes na rua.
Por isso não admira que as minhas raízes se tenham entranhado tão fundo no Faial e teime em cá ficar a aproveitar todas as bênçãos que o Verão disponibiliza neste Triângulo.

5 comentários:

serebelo disse...

Belos dias de Verão que passei por Porto Pim... Por aqui, agora é altura do "frio", o cacimbo. Abraço.

geocrusoe disse...

Não fazia a ideia que voltaras ao continente africano, agora do lado Atlântico...

Guido Duarte disse...

Como te entendo Carlos..... como te entendo.....

amg disse...

gosto também de passear aqui à noite, ouvindo as cagarras. e com uma noite estrelada, que aí é outra coisa

geocrusoe disse...

@Guido
Eu bem sei o que é viver longe da Terra e se estivermos distantes de coisas destas claro que a nostalgia cresce.

@amg
Pois é, pois é...