sábado, 31 de dezembro de 2011

FELIZ ANO NOVO



A todos os bloguistas com quem compartilho experiências na blogosfera, visitantes de Geocrusoe, amigos, conhecidos, colegas de trabalho, geólogos e humanidade em geral:
Feliz 2012
Que o próximo ano contribua positivamente para a concretização dos sonhos de cada um e para vencer os obstáculos que surjam ao longo de todos os dias deste ano bissexto... portanto com mais tempo para se lutar por aquilo que anseia... seja positivo.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Horta: uma cidade - dois símbolos

A Torre do Relógio, um dos marcos da Horta e memória da primeira igreja Matriz desta cidade a representar a hístória desta terra, e o Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, um símbolo do saber desta urbe e do potencial em prol do futuro da ciências e da humanidade.
Passado e futuro que se encontram no presente da Horta.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Votos de um belo Natal como a música que vos oferto

Sim... é Natal, tempo de desejar a felicidade a todos e de trocar ofertas.
O meus votos são que o vosso Natal seja tão Bom quanto eu acho esta música bela que vos ofereço e se para alguns este Natal está mais pobre, experimentem arranjar um espaço para o Menino Jesus e penso que verão como o Natal fica bem mais rico e belo

  

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Começou o Inverno de 2011...


Arrancou com este artigo a estação que trás o Natal com os seus doces e presentes, que reúne as famílias em torno da lareira à noite, que une o mundo através do reveillons e dos espumantes, que tem o Carnaval com as suas folias e permitiu a cultura dos enchidos que nos deliciam, onde as sopas pesadas sabem melhor e que desemboca na época que em o mundo floresce... afinal há tantas razões para se gostar do Inverno....

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

domingo, 18 de dezembro de 2011

As bibliotecas públicas da minha cidade natal

Um dos locais em Cambridge, Ontario, onde passo os meus tempos sem actividades programada nas férias é nas três galerias e bibliotecas públicas da cidade, sobretudo na de Galt, perto da zona onde nasci e a mais próxima da casa onde habitualmente fico.
São três e todas com arquitectura própria para o fim a que se destinam e os seus funcionários são excelentes a acolher um visitante para leitura de livros ou da internet
Biblioteca em Preston

Biblioteca em Hespeler, a ampliação revestiu a antiga de vidro com efeito de espelho.

Só de olhar o edifício sentimo-nos convidados a entrar.

A biblioteca em Galt, o mais antigo e o maior dos 3 edifícios de raíz

Um imóvel onde já passei muitas horas de consultas e fiz atualizações para vários artigos no Geocrusoe

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

London e Windsor, Ontario: fotos

Este artigo foi efectuado após a avaria do meu portátil o que impediu a colocação de fotos das cidades visitadas, seguem hoje as primeiras imagens para cumprir a palavra dada, precisamente sobre as cidades de London e Windsor no sul de Ontario que só visitei pela primeira vez este ano.

WINDSOR

Windsor como cidade fronteiriça utilizou durante anos restrições de leis americanas para tirar dividendos económicos, as fábricas de whisky canadiano concentram-se sobretudo na zona ribeirinha com extensos espaços verdes desta cidade que se debruça sobre o rio Detroit que divide o Canada dos EUA, uma indústria que proliferou com a lei seca do pais imediatamente a sul da terra do ácer e do castor. 

A ponte Ambassador tem sido uma das principais portas entre o Estados Unidos e uma das zonas mais industrializadas do Canada, o sul de Ontario, além desta infraestrutura, também existem ligações por um túnel a unir estas cidades gémeas no terreno, mas separadas por uma fronteira internacional.
Normalíssimo, ali tão perto encontra-se a cidade de Detroit que durante o século XX foi o centro da indústria automóvel americana e hoje é uma das cidades que mais sofre com a concorrência global neste sector com consequências negativas também para Windsor.
Muitas vezes o conservadorismo americano é gémeo do canadiano, contudo este país tem sabido aproveitar este aspecto a seu favor economicamente e os casinos e respectivos hoteis são outra das marcas de Windsor para escape dos residentes no país mais "sulista".

LONDON

 London é uma cidade universitária do interior do sul do Ontario e vários geólogos na área de jazigos minerais em Portugal tiveram carreira académica nesta cidade. Na arquitectura predominam edifícios cor de tijolo com um certo estilo britânico.
 A imponência dos seus imóveis dá-se mais pelo aspecto consistente do edifícios do que pelo seu desenvolvimento em altura
Nas várias ruas do centro da cidade proliferam livrarias, bibliotecas, obras de arte pública e espaços de expressão artística que mostram a força da universidade e das pessoas de saber nesta London canadiana.
Como todas as médias e grandes cidades de Ontário no coração das urbes encontram-se numerosas igrejas em estilo neogótico, não tanto pela força da religiosidade actual do povo, mas sobretudo uma expressão da diversidade de cultos que caracterizam a imigração e colonização desta zona: Católicos, Anglicanos, Presbiterianos, Luteranos, Metodistas, Evangelistas, Exército de Salvação e por vezes fusões de algumas destas formas religiosas expressas pelas Igrejas Unidas. Na foto a catedral católica, nem sempre as mais imponentes.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Canada, as ferias a acabar

Uma avaria no meu portatil impediu mais artigos nesta semana, ficaram assim em falta reportagens sobre Kitchener (ex-Berlin) e Paris, bem como Hespeler e Preston estas ja dentro de Cambridge.
Amanha espero chegar ao Faial e colocar a escrita em dia sobre o Canada.

sábado, 3 de dezembro de 2011

Visita a London e Windsor em Ontario

Duas cidades num dia e ambas a sul de Cambridge e pertencentes ao corredor da auto-estrada 401: London e Windsor.
London corresponde a uma cidade universitaria e de servicos, com um centro historico com alguma monumentalidade para a sua dimensao, na ordem dos seus 400.000 habitantes, por isso sao evidentes os sinais de dinamica cultural e a qualidade arquitectonica, aspectos que justificam a visita.
Windsor, a cidade mais meridional do Canada, situada na margem esquerda do rio Detroit, faz fronteira com os Estados Unidos, ficando diante dos arranha-ceus do centro de Detroit. Uma cidade da raia industrial, onde predominam algumas industrias, incluindo a relacionadas com o compensar de algumas restricoes nos EUA, dai os casinos e as destilarias de uisque canadiano, uma porta que une os dois paises economicamente.
A frente ribeirinha merece uma visita.