terça-feira, 29 de novembro de 2011

Toronto: Visita ao AGO

Este Outono no sul de Ontario, apesar de persistirem temperaturas excessivamente altas para a época, a chuva tem ocupado o lugar da neve, o que torna mais desconfortável o passear pelas ruas de Toronto.
Apesar da baixa desta cidade estar perfeitamente adaptada a acolher visitantes e clientes durante as más condições meteorológicas, devido ao sistema de redes subterrânea PATH, já me referi a esta rede aqui há quatro anos, optei por ir ao AGO - Art Gallery of Ontario, onde durante horas observei quadros dos artistas canadianos, incluindo contemporâneos e do Grupo dos Sete, paralelamente uma exposição temporária de grande qualidade sobre Chagall e outros artistas russos estava patente neste museu.
Apesar de se estar no meio da semana, o AGO estava cheio de gente, contrariamente à última visita que fiz a uma instituição do género já este mês em Lisboa.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Férias... explorando Toronto

Toronto City Hall/Câmara Municipal

Hoje desloco-me a Toronto, capital do Ontario, cidade que visitei numerosas vezes, pelo que a conheço bem, basta explorar a etiqueta Toronto, mas há sempre alguma coisa nova para ver, observar ou detectar o que vai mudando.
Mas no essencial a cordialidade das suas gentes, o espírito trabalhador deste povo, o dinamismo da sua economia, o modo como se adaptou ao frio e o aproveitamento turístico da sua frente ribeirinha no lago Ontario são sempre aspectos a recordar.
Por agora, pretendo visitar algumas livrarias e comprar certas obras da literatura canadiana, bem como conhecer um pouco mais da vida cultural de Toronto.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Férias... Cidade natal: Cambridge (Galt)

Baixa de Galt

Um dos objectivos principais desta viagem é voltar a ver a cidade natal, Cambrige Ontario, matar saudades do sítio de onde vêm as minhas memórias mais antigas, é uma urbe resultante da fusão de três menores Galt, Hespeler e Preston e agora integrada numa extensa aglomeração urbana de quase meio milhão de habitantes e um dos principais centros industriais e tecnológicos do País cujo produto mais conhecido no momento é o Blackberry no campo das telecomunicações...

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Vancouver: Mercado

Quando visito uma grande cidade procuro sempre um momento para conhecer um mercado, pois mostra o que o povo da cidade produz, consome e procura tradicionalmente no comércio para a sua alimentação.

Igualmente costumam existir espaços com pratos tradicionais do lugar a preços mais acessíveis para consumo do povo no sítio ou levar para casa, o que permite uma prova dos gostos locais.

Por fim, a forma como estes espaços estão organizados e os clientes e comerciantes comunicam entre si diz muito sobre a cidade. Hoje, um dia de chuva, foi aproveitado para conhecer o mercado da ilha de Granville que novamente não me desiludiu: arrumado, bem organizado, higiénico, com grande variedade de legumes e frutos tradicionalmente considerados silvestres, pratos com produtos locais e um ambiente muito cordial e disciplinado. Isto é a imagem que eu tenho de Vancouver e de muitos locais do Canada.

VICTORIA: a capital da British Columbia


Hoje foi o dia de visitar Victoria, a capital da Colúmbia Britânica no extremo sul da ilha de Vancouver.

Uma bela cidade portuária, com marcas da mistura das pesca, da corrida ao ouro e da política da província.

SSó a travessia marítima por si valia a pena a visita à ilha, mas isso fica para outro artigo.

sábado, 19 de novembro de 2011

Vancouver: Primeiras Impressões

Há cidades monumentais e são belas por isso, há cidades que tem tradição cultural e valem por isso e há cidades que a natureza as dotou de tal beleza que parecem abençoadas por tudo o que de belo as rodeia... Vancouver é uma destas cidades.

Cercada de montanhas rochosas, baías e enseadas Vancouver tem água por todos os lados, o que lhe confere frentes ribeirinhas e um contacto com o mar excepcional e soube tirar proveito disso. Desde espaços desportivos, passando por zonas turísticas e lúdicas que vão desde locais infraestruturados com centros de animação, passeios de barco, observações aéreas com hidroaviões, até extensas zonas de parque verde e praia para passeios pedonais, esta cidade tem de tudo o que é necessário para uma pessoa se sentir bem com o meio urbano e a natureza.
Além disso tem vida cultural forte e zonas com carisma o que justifica ser tidas como uma das cidades mais belas do mundo.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Férias... Canada: Vancouver em visita

Vancouver - imagem daqui

É considerada uma das cidades mais belas do mundo e com melhor qualidade de vida do planeta e a terceira maior em população das urbes do Canada.
Vancouver é a porta do Canada para todo o Pacífico e povos asiáticos donde resulta uma pujança económica e cultural que rivaliza com as grandes metrópoles do continente norte americano.
Vancouver está cercada por picos de montanhas que se cobrem de neve ao longo de grandes períodos do ano e ao mesmo tempo de baías e enseadas características da costa da Columbia Britânica, na vizinhança não faltam ilhas das mais variadas dimensões por onde proliferam vastas florestas de coníferas e ursos, canais com cetáceos o que torna toda esta província num dos principais pólos de atracção turística do País.
É uma amostra destas riquezas que vim cá espreitar e conhecer.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Férias... Londres de passagem

Tal como Lisboa, não é um dos destinos, mas uma paragem em trânsito.
Londres é uma cidade cheia de marcas do império do britânico, o seu cosmopolitismo é sem dúvida fortíssimo onde alguns ex-libris não fazem esquecer a forte dinâmica económica e, sobretudo, cultural desta cidade, o que a torna numa das capitais mundiais do pensamento humano.
Este e alguns dos próximos artigos estão agendados, se for possível nascerão outros nos tempos disponíveis, mas Geocrusoe esforçar-se-á por se manter activo.

domingo, 13 de novembro de 2011

Férias... Passagem por Lisboa

Como já vai sendo hábito no Outono, aproveito para férias e sair das ilhas, Lisboa é mais uma vez o local de partida para conhecer o mundo... sem nunca deixar de ser uma das cidades da minha vida que adoro visitar.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Neves de Outono

Foi no fim-de-semana passado, num curto período de acalmia dos ventos, que têm com força insistido em passar por cá que as temperaturas obrigaram a retirar dos armários as roupas de Inverno e o topo de Pico lá se revestiu de uma penugem branca e mostrou-se ao Faial, como para lembrar que o Verão acabou e apesar do aquecimento global ainda neva na Montanha.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Os meus predilectos do Faial Filmes Fest 2011

Sangue do Meu Sangue de João Canijo foi a longa-metragem vencedora do Faial Filmes Fest, talvez mesmo a obra mais forte passada neste festival, um retrato de problemas sociais de bairros periféricos de Lisboa e, sobretudo, um hino à força de muitas mulheres que aí vivem.



Estrada de Palha de Rodrigo Areias foi menção honrosa, mas sem dúvida uma linda obra de arte do cinema português. Um western lusitano praticamente sem tiros, complementada em contínuo por um fundo musical interessante numa estória que decorre sem pressas e com uma mensagem política libertária. Destaco a fotografia, a mais bela que me lembro de até hoje ver num filme feito em Portugal



Viagem a Cabo Verde de José Miguel Ribeiro foi a minha curta predilecta, ganhou o prémio de melhor animação... um obra de arte perfeita no seu género simples e humano.



Votos para que para haja novo Faial Filmes Fest e que a grande qualidade de 2011 se repita.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Faial Filmes Fest 2011 - Continua

Num ano onde o festival passou também a acolher longas metragens... também a qualidade tem sido um ingrediente importante.
Aproveite... ainda há mais 3 dias de cinema com fitas curtas e longas no Teatro Faialense, veja o programa.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Faial Filmes Fest 2011 - Longa portuguesa reconhecida

Cartaz tirado daqui

No primeiro dia duas longas-metragens interessantes, hoje na IV sessão de competição (16h00) do Faial Filmes Fest outro filme lusitano já duplamente vencedor em San Sebastian: prémio TVE e da crítica.

Uma oportunidade para ver uma longa-metragem reconhecida do cinema que presentemente de faz em Portugal.