sexta-feira, 30 de julho de 2010

Concerto 20 Fingers


Integrado no programa "Açores Temporada de Música 2010" decorre amanhã, dia 31 de Julho, às 21h30 na Biblioteca Pública.

20 fingers - piano
Eduardo Jordão
João Vasco de Almeida

Obras de:
W. A. Mozart, F. Schubert, J. Brahms,
E. Satie, J. Lamb, Z. Confrey, J. Plaza, A. Piazzolla

Aproveite

quinta-feira, 29 de julho de 2010

FESTAS DO TRIÂNGULO - CAIS AGOSTO

Vila de São Roque do Pico (clique na imagem para ampliar)

São Roque do Pico, Cais do Pico, Cais Agosto, são sinónimos de festa este fim-de-semana e um ponto de encontro da juventude do Triângulo. Tudo isto numa vila simpática, cheia de música para aproveitar este tempo de Verão, onde o Pico se esconde mas São Jorge se expõe com toda a sua força.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Sismo Forte no Triângulo - Ilha do Pico

Apresentação dos eventos na base cartográfica do CVARG da Universidade dos Açores
(clique nas imagens para as ampliar)
Hoje pelas 2h32 foi sentido um sismo nas ilhas do Pico, Faial e São Jorge, o qual na Escala de Mercalli Modificada (EMM) atingiu intensidade máxima de VI nas Bandeiras (Pico), V na Madalena e Candelária (Pico), IV entre Horta e Ribeirinha (Faial) e IV nas Velas (S. Jorge). Segundo o CIVISA o epicentro situou-se a 5 Km a NNW da povoação de Bandeiras.
Encontrando-se o sismo numa zona epicentral diferente da crise que se tem feito sentir no Faial, este evento não se relaciona directamente com aquela, embora se possam enquadrar em estruturas tectónicas conhecidas para esta zona do Arquipélago.
Ao mesmo evento esteve associado uma répica que foi sentida com grau III EMM nas Bandeiras e Santa Luzia.

Apresentação do sismo pelo Instituto de Meteorologia

Associado a este tremor de terra, não é de excluir a ocorrência de novos sismos, dada a proximidade da zona epicentral das ilhas, mesmo eventos de pequena magnitude poderão ser sentidos pelas populações mais próximas, sobretudo do Pico e do Faial, pelo que se recomenda calma e acompanhamento das recomendações e dos comunicados da Protecção Civil e do CIVISA que eventualmente venham a ser emitidos.

domingo, 25 de julho de 2010

VERÃO - ILHAS EM FESTA

Pedro Miguel observada dos Matos da Ribeirinha e Madalena do Pico ao fundo
(Clique na foto para ampliar)

Apesar de alguns considerarem o clima um factor que pode tornar os Açorianos melancólicos, a verdade é que o seu sangue latino reflecte-se no seu espírito festivaleiro e, chegado ao Verão, praticamente não há dia e muito menos fim-de-semana sem festa.
São as tradicionais festas religiosas de aldeia ou paróquia, os festivais organizados por municípios de maior duração e com muita música ou outros festejos com motivos inventados recentemente, a verdade é que se torna difícil estar fechado em casa e actualizar o blogue com tantas tentações lá fora.
Hoje festa em Pedro Miguel do lá de cá do Canal, festas da Madalena do lado de lá, no próximo fim-de-semana Cais Agosto em São Roque e o início da Semana do Mar... é o Verão, o Sol, o calor e a herança latina deste povo.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

DESCOBERTA FONTE HIDROTERMAL JUNTO AO FAIAL

Lomba e escarpa de falha da Espalamaca, vendo-se a ponta da Espalamaca à esquerda

Descoberta nova fonte hidrotermal nos Açores, a 500 m da ilha do Faial e a cerca de 40 metros de profundidade, um assunto que pode permitir novos e interessantes estudos na área da geologia.
http://bit.ly/bJTSYk

Já no post e neste havia falado da existência de desgaseificação submarina perto da zona em causa e em terra é conhecida um foco de libertação de CO2 junto à Ponta da Espalamaca, o qual foi monitorizado durante vários meses.

Não é todos os dias que num dos campos de descobertas científicas mais fascinantes na geologia dos últimos anos o Faial surge como um palco privilegiado na matéria.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Império do Espírito Santo - Santo Antão

Clique na imagem para a ampliar

A deambular por ruas da freguesia de Santo Antão, na ilha de São Jorge, em explorações de fim-de-semana e destinadas a conhecer todos os cantinhos desta bela ilha, a que estou muito ligado, eis que o final de rua desemboca defronte deste amoroso Império, com a sua coroa do Espírito Santo na fachada em alto relevo.
Uma beleza de arquitectura tradicional semirreligiosa dispersa pelo campo, tudo isto é património e cultura açoriana que importa preservar.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

FLORA AÇORIANA 4 - Azorina vidalia

Azorina vidalii - Vidália

A vidália, de nome científico Azorina vidalii, é sem dúvida uma das plantas endémicas mais belas dos Açores, sobretudo quando está em flor e, além de espécie, é também um género endémico (Azorina), tornando-a num taxa muito importante na nossa flora natural.
Muitas vezes encontro-a em zonas costeiras, sobre escoadas de lava básica em solos imaturos, mas muitos expostos à luz, embora já a tenha visto, inclusive, em telhados.
No Faial é pouco frequente, ouvi da existência de uma população natural a uma maior altitude, numa área de vulcanismo relativamente recente, mas desconheço a veracidade da informação.
No passado alguém me despertou para o potencial ornamental desta planta, a qual poderia ser reproduzida para uso em jardins, mas tanto a atracção por flores exóticas, como as preocupação com o seu estatuto de protecção, não têm favorecido esta via, que poderia ser uma forma de a valorizar economicamente e de a expandir nos Açores, mas está a ser comercializada no Reino Unido.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

O Faial no azul de Julho da ilha Azul

(clique nas fotos para as ampliar)
Já é uma tradição de anos anteriores fazer postes nos matos da Ribeirinha e noutros locais da ilha sobre a paisagem azul que caracteriza por excelência o mês de Julho no Faial.

Apesar dos rigores do último Inverno, a verdade é que Junho trouxe o Verão e pelo São João o Faial já se vestia maravilhosamente de azul e assim desfila ao longo dos calores de um Julho mais soalheiro.


Se outras flores desabrocham por todo o Arquipélago nesta época e apesar da hortênsia não ser natural dos Açores, é esta a flor que dá razão ao título do Faial ser designado por Ilha Azul.



A paisagem humanizada faz parte do património da Terra, é uma herança dos nossos antepassados e sem complexo me deslumbro com as parcelas verdes das pastagens da ilha divididas pela geometricidade azul que une o Faial às cores celestes e marinhas que nos cercam.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

HORTA... observada de novos ângulos 2

(clique na foto para a ampliar)

Pode parecer abusivo, mas quando se ama uma terra nunca nos cansamos de a ver, seja de que ângulo for e sentimo-nos sempre encantados com o que observamos.
Hoje uma imagem da Horta, onde faltam as baías, a cidade não está disposta em anfiteatro, nem mostra o seu porto, a sua marina ou o Pico ao fundo, mas, mesmo assim, é sempre bela, tal como se exibe ao edifício da sua Biblioteca Pública pelo lado Sul.

domingo, 11 de julho de 2010

ÓCIO ESTIVAL NO FAIAL

Hoje no intervalo dos banhos-de-mar numa cenário de sonho
(clique na imagem para a ampliar)

Céu azul, sol luminoso, boa temperatura, mar calmo, águas límpidas e cálidas, tudo isto temperado por uma paisagem de sonho, com as ilhas do Triângulo a exibirem-se entre si.
É assim o Verão no Faial, é por isso que opto por férias noutra estação e só então sair do Faial, pois aqui agora há verdadeiramente qualidade de vida.

No Verão, apesar de haver muito mais dia, há menos disponibilidade para nos fecharmos diante de um monitor a tecer mensagens blogosféricas, isto reflecte-se nos comentários e nas distribuições de visitas, por isso não se admirem que neste período estival os post se tornem mais simples, mas esforçar-me-ei por continuar a divulgar esta terra e a manter o Geocrusoe activo.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

9 de Julho - 12 anos após o sismo na Ribeirinha

Em memória daquela madrugada em que fúrias vindas das entranhas da terra fustigaram a nossa gente e quase não deixaram pedra sobre pedra das nossas casas.

Ribeirinha e Chã da Cruz, hoje reordenadas e reconstruídas

O sismo de 9 de Julho de 1998 despojou-nos dos nossos bens, levou-nos amigos, colocou-nos à mercê da solidariedade humana, mas não nos matou a vontade de ir em frente, nem o amor pela nossa terra.

Cruz e Canto dos Espalhafatos reerguidos do mesmo chão

Insistimos, de cabeça erguida, aqui continuar a viver, de mangas arregaçadas, neste canto arrumámos as nossas ruas e tudo ficou diferente, mas continua a ser a nossa Terra.

Nova urbanização deslocalizada no Alto dos Espalhafatos

Hoje as crianças voltaram a brincar despreocupadas nas nossas ruas e parques, sem memórias do terror de uma madrugada que hoje completa 12 anos e esperemos que as suas vidas assim continue por muitas gerações de filhos desta freguesia da Ribeirinha.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

170 anos do nascimento do Faialense Manuel de Arriaga

Retrato Oficial do Presidente Manuel de Arriaga (fonte)
por Columbano Bordalo Pinheiro




Hoje completam-se 17o anos do nascimento do primeiro Presidente da República eleito em Portugal, Manuel de Arriaga, nascido na cidade da Horta a 8 de Julho de 1840.

Na sua juventude parte para Coimbra com o objectivo de se formar em direito, depois instala-se em Lisboa como advogado, adere ao partido republicano e após o fim da monarquia torna-se no primeiro Presidente da República eleito, mais concretamente a 24 de Agosto de 1911, ocupando nesta função o mais alto cargo do regime e substituindo o igualmente açoriano Teófilo Braga nomeado Presidente do Governo em Outubro de 1910.

Como era frequente no passado, os grandes homens na intervenção nacional saíam das suas terras de origem distantes da metrópole, como o Faial, e não mais voltavam a residir no torrão natal, Manuel Arriaga seguiu este percurso normal, aqui ficou apenas a casa onde nasceu que agora será finalmente recuperada ao abrigo das celebrações do Centenário da República.

Hoje, integrado nas comemorações do 177º Aniversário da elevação da vila da Horta a Cidade, haverá uma Sessão Solene dos 170 anos do nascimento de Manuel Arriaga, pelas 21 h, no Teatro Faialense e com um espectáculo de poesia, uma vertente menos conhecida deste grande Faialense, Açoriano e Português.

terça-feira, 6 de julho de 2010

HORTA CIDADE-MAR E CAMAROTE

Ainda na semana do aniversário da cidade da Horta, depois de muito ouvir a qualificação de Horta cidade-mar, recentemente ouvi classificar a Horta um Camarote privilegiado para a Montanha do Pico.
Prefiro a primeira expressão por definir a alma da cidade, mas reconheço à segunda um atributo de beleza desta urbe que é doado pela ilha fronteira.
Por isso a escolha e reflexão fica convosco nesta semana de aniversário...

domingo, 4 de julho de 2010

HORTA: 177 anos como cidade

A Horta - cidade porto, cidade baía, cidade mar e, sobretudo, bela - faz hoje 177 anos que passou de vila a cidade.
Cosmopolita como uma grande urbe, pacata pelo seu pequeno tamanho, por vezes provinciana, mas também centro de cultura.
Sede de um importante pólo de investigação nas ciências do mar, este é sem dúvida um dos domínios em que a Horta tem maiores potenciais de desenvolvimento internacional e de garantir o crescimento da sua economia ou não fosse esta conhecida como cidade-mar.

Cidade da Horta parabéns, que tenhas tudo aquilo que eu e todos os que partilham a mesma paixão por ti achamos que mereces!

sexta-feira, 2 de julho de 2010

BOAS PERSPECTIVAS

Nestes dias de más notícias, apenas para levantar a moral que muitos precisam, eis uma boa notícia:
O fim-de-semana está aí e promete vir com bom tempo... Aproveitem!

quinta-feira, 1 de julho de 2010

1st July - Canada Day

Proud to be Canadian - Fier d'être Canadien



Apesar de não haver países perfeitos, há muitas razões para me orgulhar do Canada que me viu nascer e me protegeu desde o início.
Por isso, hoje não poderia deixar de estar com o minha terra e pátria natal e dizer que tenho muito Orgulho em ser Canadiano.