sábado, 31 de março de 2007

Degassing Pipes

Na foto está indicado, a vermelho, o local na frente de desmonte da extracção onde se encontra o tronco carbonizado de uma árvores (quem tiver dificuldade de visualizar se clicar sobre a foto abrir-se-á uma janela onde a imagem surge ampliada).



Existem várias troncos carbonizados nesta frente e sobre vários deles existem estruturas empobrecidas do material granular mais fino, em resultado do arraste provocado pelos gases libertados durante a combustão da matéria florestal coberta pela escoada piroclástica (gotas de lava e minúsculos fragmentos de rocha, a altas temperaturas, que descem as encostas dos vulcões, em períodos explosivos e sob a forma de núvens).
Esta estruturas funcionaram como chaminés de exaustão e são conhecidas por "Degassing Pipe". Exemplo na foto abaixo, tirada na mesma zona, mas sobre outro tronco, menos fotogénicos... às mãos do fotógrafo...

quarta-feira, 28 de março de 2007

CORRECÇÃO

A foto referente ao post "carvão milenar" estava com uma rotação de 180 graus, infelizmente, apesar de eu ter recebido alguns comentários verbais de "assíduos" visitantes ninguém deu pelo erro. Fica aqui a correcção.


Já agora outra informação, este tronco não foi fotografado no chão, mas sim na frente de desmonte de uma extracção situada num depósito de ignimbrito do vulcão da Caldeira.


Conseguem vislumbrar a moeda de 2 € como factor de escala?

terça-feira, 27 de março de 2007

FONTE dos NAMORADOS ou das AREIAS?


Durante anos ouvi dizer que era a Fonte dos Namorados, esta semana vi na carta vulcanológica do Faial que era a Fonte das Areias... não sei se é a mesma ou se existem duas... sei apenas que não deveria estar assim.... existem bons exemplos de preservação de património no Capelo, mas não podemos abandonar um local apenas porque não está tão exposto aos turistas vindos de exterior.

Os bancos e o espaço central não parecem mesmo convidar a um bailarico de namorados à moda antiga?

E as lavadeiras a quantos namorados lavaram a roupa?




segunda-feira, 26 de março de 2007

O FIM DO CABEÇO VERDE


A extracção de escória vulcânica (bagacina) na foto foi efectuada através do desmantelamento, do topo para a base, do cone vulcânico denominado Cabeço Verde, assim baptizado devido à sua intensa cobertura arbórea.

Este cabeço atingia, há cerca de uma década, uma altitude sensivelmente igual à do cone ao lado: o Cabeço do Fogo, apenas separado pela mancha de criptomérias. Este foi formado durante a erupção do vulcão da Praia do Norte, em 1672, e ainda está fracamente revestido de vegetação.

Hoje o Cabeço do Fogo assiste, impávido e sereno, ao desaparecimento do seu irmão mais velho, cuja cicatriz presentemente já é apenas visível de zonas mais altas (se bem que de forma bem marcante) mas, futuramente, não restará qualquer vestígio da sua existência na paisagem.

Nas novas cartas topográficas e geológicas menos um cone vulcânico será implantado e alguém andará perdido à procura da origem das escoadas lávicas que do Cabeço Verde brotaram.

domingo, 25 de março de 2007

CARVÃO MILENAR

O bom tempo que fez no Faial, apesar de persistência das núvens e da pouca luz, levou-me a passear hoje pelo interior da ilha e tirar algumas fotografias a várias estruturas geológicas que por cá existem...
Assim, tendo em conta o arquivo de fotos criado, brevemente iniciarei outro tema neste blog, relativo ao património geológico do Faial... os posts desse tema não serão lições de geologia, apenas apresentação de curiosidades, com explicações simples e interpretação do que correspondem . Para evitar saturação do tema, os posts serão colocados de forma descontinuada no tempo. Até porque o arquivo pode ainda alargar-se.
A primeira curiosidade segue hoje em fotografia: carvão formado naturalmente numa das últimas erupções do vulcão da Caldeira.
Pelo estado de conservação que apresenta não parece ter cerca de 1000 anos, um biólogo provavelmente indicaria a espécie correctamente, como geólogo eu arrisco apenas a considerar que deve tratar-se de Urze ou de Cedro do Mato...
Pormenores sobre a sua formação serão dados futuramente.


segunda-feira, 19 de março de 2007

EM MEMÓRIA DE UM ATENTADO ESQUECIDO




Já foi o mais imponente imóvel sobre o triângulo Faial, Pico e São Jorge;
foi o principal salão de festas da Ribeirinha;
foi registado nos livros do maior escritor açoriano do século XX;
foi testemunha privilegiada do sismo de 9 de Julho de 1998;
e mesmo arruinado manteve a sua dignidade com a sua cúpula vermelho vivo...
foi e ainda é amado pelo povo que vivia na freguesia que o acolheu e que o escolheu como símbolo heráldico.
Um dia alguém o despojou do seu chapéul, colocou-o no seio de barracos no saco da doca da Horta, junto a uma comunidade que não lhe tinha o devido respeito... e, para angariar votos e camuflar o erro, prometeu uma réplica do mesmo na cidade, mas hoje da nobre cúpula apenas sobra um monte de sucata informe, enferrujada e envergonhada pela promessa não cumprida.
Na Ribeirinha ainda hoje se anseia pela correcção de um erro jamais esquecido, enquanto aqui se aguardam novos defensores e denunciadores da situação actual.

sábado, 17 de março de 2007

FASE ROXA... ou lilás?

Tal como já tinha dito, no meu jardim há uma frequente tendência para o monocromático... agora predominam as flores roxas (talvez algumas sejam lilazes mas são duas cores que por vezes me deixam confundido.
Quando cheguei havia uma secura intensa no meu cantinho, mas, mesmo assim, eis abaixo algumas amostras da fase actual






quarta-feira, 14 de março de 2007

Deslocação em trabalho

Por motivos profissionais estarei ausente do Faial até ao próximo sábado, dia 17 de Março... pelo que provavelmente haverá alguma dificuldade de, entretanto, eu colocar novos posts... mas o blog deverá estar sempre aberto aos comentários que acharem por bem efectuar.... que, se possível, tentarei responder

terça-feira, 13 de março de 2007

FELIZ ANIVERSÁRIO MÃE



A mãe deste "bloguista" faz hoje 72 primaveras... mas ainda faz delícias para comemorar a data.

Em cima o seu bolo de aniversário: fabrico próprio e com a sua famosíssima receita de bolo de maçã como não podia deixar de ser.

Tudo aquilo é um bolo húmido, escuro e cheio de maçãs... uma delícia...

Aqui fica a foto para aqueles que conhecem o sabor se babarem e morrerem de inveja....

Bem, agora tenho de partir.... a refeição está na mesa e, claro, a sobremesa !

segunda-feira, 12 de março de 2007

MEMÓRIA

Vista assim, de longe, nem parece uma zona quase totalmente destruída pelo sismo de 9 de Julho de 1998, mas andar na zona perto da igreja faz lembrar uma terra assombrada.~
Hoje esta terra renasce das cinzas, com um novo centro urbano, fruto de um ordenamento totalmente novo, pena é que a arquitectura nem foi um patiche do antigo e para moderna falta qualidade ... é a vida... mas fica a memória, a ideia de que nada se cria... tudo se transforma, só saudade permanece

quinta-feira, 8 de março de 2007

Duque de Ávila e Bolama

Hoje não poderia deixar escapar a efeméride dos 200 anos do nascimento de António José da Silva, o homem que vindo de origens humildes, depois de Presidente da Câmara da Horta aos 20 e tal anos, progrediu politicamente no país e atingiu os lugares cimeiros do Portugal de então, mas que nunca esqueceu a sua terra e conseguiu que a vila da Horta passasse a CIDADE.
Pode ter sido um conservador no fim da sua vida ou mesmo retrógado, mas sempre defendeu o Faial.
Deixo aqui para reflexão apenas uma questão:
Como seria o Faial actual se os homens de hoje o defendessem como o Duque de Ávila e Bolama defendeu esta ilha?
... cada um é livre de chegar às suas conclusões e não estaria bem comigo mesmo se condicionasse a liberdade de pensamento de alguém.

quarta-feira, 7 de março de 2007

Recanto de sonho



Apesar de muitos espaços públicos estarem estragados com obras que os descaracterizam, o porto da Boca da Ribeira, na Ribeirinha, continua bem preservado, com um cenário impar que junta S. Jorge, Pico e costa leste do Faial. É um lugar calmíssimo no inverno e pouco agitado na época balnear(sobretudo durante a semana), possibilita uma tarde relaxante, banhos em águas límpidas, a descoberta dos antigos fornos de telha do Faial e oferece ainda condições para um piquenique de fim de tarde. Sem dúvida um local a conhecer e a não estragar...

terça-feira, 6 de março de 2007

Primavera a caminho


Após o termo do meu mestrado descobri a jardinagem como terapia contra o stress do trabalho e das amarguras da vida...
O meu cantinho de jardim, cerca de 3 m2, todos meses sofre nas minhas mãos uma pequena transformação, mas o vento deste inverno este ano divertiu-se a destruir os meus rebentos...
Sobraram uns jacintos primeiro amarelos... depois vermelhos e agora azuis em vasos dispersos pelo pátio. (Nunca florescem as cores diferentes ao mesmo tempo)
Agora no calendário a primavera vem a caminho e espero que este ano consiga o colorido do ano passado.
Nunca tive dois anos consecutivos de igual cor, por isso esta fica aqui para recordar como foi em 2006 e espero daqui a uns tempos mostrar como será na próxima estação

sexta-feira, 2 de março de 2007


Este é o parlamento do meu País natal, aquele que permitiu que este filho de portugueses pudesse estudar em Portugal. A torre chama-se Peace Tower e está na fronteira entre a comunidade francófona (nas traseiras do edifício) e a anglófono, defronte do alçado principal.
Um dos meus maiores desgostos está relacionada com o facto de Portugal não dar aos seus filhos o mesmo nível de bem estar, cultura e defesa do direitos cívicos que o meu país de origem.